Tim Cook, CEO da Apple, afirma que processo de acionista é um 'show midiático'

Por Redação | 13 de Fevereiro de 2013 às 14h07

O atual CEO da Apple, Tim Cook, afirmou nesta terça-feira (12) que o processo movido por um dos acionistas da companhia, David Einhorn, se trata de um "show midiático" e que o conselho administrativo da Maçã está considerando a proposta do gestor de fundos sobre a criação e emissão de ações preferenciais. As informações são da Reuters.

Cook ainda afirmou que o conselho está se reunindo constantemente para discutir a melhor opção para compartilhar com seus acionistas os quase US$ 140 milhões (R$ 275 milhões) que a Apple tem em caixa. Especialistas afirmam que a insistência em não devolver esse dinheiro aos investidores poderá acarretar um série de ações judiciais contra a companhia.

David Einhorn, por sua vez, está processando a empresa em uma tentativa de fazer com que a direção da Apple partilhe quantidades maiores de seus rendimentos com os investidores. Para isso, o gestor de fundos quer que a empresa emita ações preferenciais perpétuas, que não concedem direito ao voto no Conselho, mas garantem prioridade no pagamento de uma parcela do lucro para os acionistas. Einhron acredita que o instrumento seria melhor do que o sistema de dividendos convencionais.

Além disso, Tim Cook afirmou que a empresa estuda uma nova etapa de aquisições de papéis com base em sua estratégia de compras, ressaltando que se a proposta se encaixar nas estratégias da Apple, eles poderão realizar uma grande compra em um futuro próximo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.