Telefónica inclui conteúdo televisivo para aquisição da GVT

Por Redação | 19 de Agosto de 2014 às 13h19

No início deste mês, a Telefónica apresentou uma oferta de 6,7 bilhões de euros, cerca de R$ 20 bilhões, para aquisição da GVT. No entanto, a empresa enfrenta um grande concorrente que estaria considerando uma contraproposta, a Telecom Italia.

A Telefónica apresentou à francesa Vivendi uma oferta na qual incluiria aos 6,7 bilhões de euros um acordo de compartilhamento de conteúdo televisivo, buscando atrair os interesses da brasileira GVT. Tal proposta elevaria a oferta para 7 bilhões de euros, segundo uma fonte.

O site Bloomberg relatou, citando fontes com conhecimento das negociações, que a Telecom Italia está preparada para oferecer até 7 bilhões de euros (R$ 21 bilhões) para superar a oferta da Telefónica.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Outra fonte relatou à agência de notícias Reuters que "a oferta da Telefónica vale mais que os 6,7 bilhões de euros porque inclui um acordo de conteúdo televisivo com a Vivendi". Este negócio é de grande interesse para ambas as empresas, o que colocaria a Telefónica como favorita para fechar o negócio. A Vivendi é líder no mercado francês no ramo audiovisual. Já a Telefónica elevou, nos últimos meses, sua base de clientes que assinam televisão paga na Espanha.

O Banco Sabadell disse em nota aos seus clientes que "a presença da Telefónica no mercado de TV paga (contra a Telecom Italia) eleva o apelo de um possível acordo de conteúdo".

A Telefônica Brasil é gestora da maior operadora móvel do país, a Vivo. Uma aquisição deste porte complementaria os negócios da empresa no Brasil e aceleraria a consolidação do mercado brasileiro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.