Suspensão da emissão de visto para os EUA: falha se deu em banco de dados Oracle

Por Redação | 05 de Agosto de 2014 às 15h13
photo_camera Mashable

Na semana passada, uma falha de segurança foi identificada nos sistemas da embaixada norte-americana, causando o adiamento de solicitações de vistos em diversos países, incluindo o Brasil, para os Estados Unidos. Os bancos de dados da embaixada americana são fornecidos pela Oracle. As informações são do site FCW.

A suspensão da emissão de vistos foi anunciada na última semana, no entanto, fontes informam que o problema teve início no dia 20 de junho após uma atualização de software no Banco de Dados Consular Consolidado (CCD, na sigla em inglês).

A vice-porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, informou que a equipe de TI do CCD está enfrentando problemas com o sistema há vários meses e que deficiências no desempenho e necessidades de manutenção foram identificadas.

Segundo Harf, o sistema passou por correções para tentar resolver a questão de segurança, mas os bancos de dados começaram a ter problemas de desempenho após a manutenção. Segundo uma nota da embaixada, a previsão para a retomada total da capacidade de processamento de vistos pode levar semanas.

Nos dados divulgados pelo CCD, havia cerca de 100 milhões de submissões de vistos nas bases de dados, com um acréscimo de 35 mil pedidos novos por dia. Não à toa, o CCD está entre os maiores bancos de dados baseados em tecnologia Oracle no mundo.

Ele está ligado a outras bases de dados importantes para o governo americano, como ao FBI e a Homeland Security, e armazena dados como identificação biométrica, checagem de nomes, verificação de documentos e outras informações.

Em 2013, os consulados norte-americanos ao redor do mundo emitiram 9,1 milhões de vistos para imigrantes. Segundo o Departamento de Estado norte-americano, os prejuízos causados pelas falhas não serão ressarcidos.

Em nota, ainda foi informado que a embaixada americana lamenta qualquer atraso, mas que instrui os viajantes a não fazerem planos de viagem até ter obtido o visto. Mesmo quando o CCD voltar à sua capacidade normal de vistos, o governo norte-americano acredita que podem ocorrer atrasos.

No Brasil existem consulados em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Recife. No país, apenas passageiros em situação de emergência estão tendo prioridade para obtenção de vistos, como para tratamentos de saúde e falecimento de parente.

Fonte: http://www.baguete.com.br/noticias/04/08/2014/vistos-dos-eua-crash-em-banco-oracle

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.