Surgem novos detalhes da suposta atuação do Google como operadora de telefonia

Por Redação | 28 de Janeiro de 2015 às 10h10

Rumores ventilados na semana passada já haviam cogitado a ideia de que o Google quer atuar como operadora de telefonia móvel "virtual". Nesta terça-feira (27), novos boatos surgiram detalhando como a gigante das buscas atuaria neste setor.

Sem citar nomes, o Wall Street Journal alega ter conversado com alguém dentro do Google sobre o assunto. Essa fonte teria dito que a rede de telefonia móvel da companhia envolveria as empresas de telecomunicações Sprint e T-Mobile e conexões Wi-Fi para lidar com todas as mensagens de texto e voz, além de conteúdo com o melhor sinal possível.

O objetivo, explica o jornal, é oferecer a melhor e mais rápida conexão sem a necessidade do consumidor ficar "preso" a algum plano ou operadora. Isso poderia não somente baratear os telefones e manter valores mais competitivos com smartphones atrelados a outras empresas, como também seria um grande atrativo para os aparelhos desenvolvidos pelo Google, em especial os da linha Nexus.

Batizada de Nova, a tal rede já teria até mesmo opositores e críticos, que dizem que os planos do Google estão fadados ao fracasso antes mesmo de serem colocados em prática. A Sprint já teria levantado uma cláusula de contrato que permite à empresa renegociar seus termos caso o projeto do Google se transforme num serviço difícil de competir.

Ainda de acordo com a fonte ouvida pelo jornal norte-americano, a novidade já deveria estar em fase de testes desde outubro de 2014, mas agora deve chegar aos Estados Unidos até o fim do primeiro semestre deste ano.

Fonte: http://www.cultofandroid.com/71442/googles-wireless-network-will-swap-t-mobile-sprint-wi-fi/

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.