Supercomputador Watson, da IBM, se torna 'consultor' de consumidores e serviços

Por Redação | 24 de Maio de 2013 às 07h10

O supercomputador da IBM, conhecido como Watson, acaba de ganhar um novo recurso que promete ajudar os principais clientes da companhia em consultorias de serviços e negócios, e tudo isso através de aplicativos para smartphones, mensagens de texto e até chats na internet. A IBM já havia anunciado seus planos de transformar o Watson em um assistente de voz de bolso para responder as mais variadas dúvidas dos seres humanos.

A nova função do supercomputador, intitulada 'Pergunte ao Watson', irá atender em um primeiro momento clientes como ANZ Bank, Nielsen, Celcom, IHS e Royal Bank of Canada. O Watson levou quatro anos para ser desenvolvido e tinha a função inicial de responder as perguntas semânticas do famoso programa norte-americano Jeopardy!. O computador também desafiou dois vencedores do programa para algumas rodadas de perguntas e respostas, desafio este que foi transmitido ao vivo na TV em 2011.

"O Watson responde coisas que um agente não poderia porque ele sempre está procurando ligações semânticas, e não apenas fazendo correspondência de texto com base em palavras-chave", afirmou em entrevista à Forbes Manoj Saxena, gerente geral do IBM Watson Solutions. Além de ser mais preciso, o Watson também será mais rápido do que assistentes de carne e osso, prometendo não deixar nenhum cliente esperando por horas a fio por uma resposta para seu caso.

Watson smartphone

Watson no smartphone (Reprodução: Forbes)

As empresas norte-americanas gastam por ano cerca de US$ 112 bilhões (R$ 229 bilhões) com call centers e 50% de todas as ligações recebidas nos centros de atendimento ao consumidor acabam ficando sem uma solução concreta. A IBM acredita que o Watson será capaz de responder ao menos dois terços dessas chamadas e a nova função do supercomputador começou a ser testada nos próprios centros de sua fabricante, com ele se mostrando 40% mais rápido na busca por soluções do que um ser humano.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.