Siga o @canaltech no instagram

Steve Jobs, cofundador da Apple, completaria 60 anos nesta terça-feira (24)

Por Redação | 24 de Fevereiro de 2015 às 16h25
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Quando se fala em tecnologia, muita coisa deve passar pela sua cabeça. Tablets, smartphones, dispositivos, conceitos pra lá de futuristas e inúmeras criações dignas de filmes de ficção científica. Mas ao falarmos dos gênios por trás dessas invenções, quase todas as respostas apontam para um único nome: Steve Jobs. Claro, ele não foi o único a revolucionar esse mercado, mas certamente foi aquele que contribuiu para fazer da Apple uma das empresas mais inovadoras e admiradas do mundo.

Se estivesse vivo, Jobs completaria 60 anos nesta terça-feira, 24 de fevereiro de 2015. Sua história como empreendedor começou na década de 1970, quando passou pela Atari, famosa companhia de consoles de videogame. Na mesma época, ele e o amigo, Steve Wozniak, produziram o computador pessoal Apple I, e só no início dos anos 1980 foi que a Maçã ficou mundialmente conhecida, frente aos PCs fabricados pela IBM.

Entre idas e vindas, o executivo chegou a ser demitido da empresa que ajudou a fundar. Nesse período em que ficou afastado, criou a PCs Next e a Pixar, companhia de desenhos gráficos de Toy Story e Procurando Nemo que hoje faz parte da Disney. Só foi voltar para a Apple em 1997, quando iniciou uma renovação na divisão de computadores pessoais que ocasionou o lançamento do primeiro iMac, seguido pelo Mac, o MacBook e o iPod, sucesso de vendas que ajudou a popularizar os tocadores de MP3.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além do iPod, outro grande produto criado por Steve Jobs que revolucionou a indústria de tecnologia foi o iPhone. Anunciado em janeiro de 2007, o próprio executivo sabia do potencial do gadget, que abriu caminho para um conceito empregado em praticamente todos os dispositivos portáteis de última geração: o uso de telas sensíveis ao toque. E tudo isso na palma da mão. "Esse é o dia pelo qual estava aguardando com ansiedade há dois anos e meio", disse Jobs ao entrar no palco "De vez em quando, um produto revolucionário aparece e muda tudo".

Três anos depois, Jobs apresentou o primeiro iPad, outro item de grande destaque na história da Apple. O aparelho virou sinônimo de tablet e, desde a primeira edição, vendeu mais de 200 milhões de unidades em todo o mundo.

Jobs também ficou conhecido por adotar dietas curiosas e por passar longos períodos refletindo sobre si mesmo. VIajou para a Índia com o objetivo de encontrar-se espiritualmente e até chegou a experimentar drogas, como o LSD. Seu temperamento também chamou atenção entre aqueles que trabalharam perto do executivo, descrito por muitos ex-funcionários como um chefe bastante rigoroso.

Em 2009, Steve Jobs se afastou da diretoria da Apple por motivos de saúde, e passou seu posto para Tim Cook, que comanda até hoje a empresa. Jobs morreu em outubro de 2011, aos 56 anos, vítima de um câncer no pâncreas. Cook homenageou o amigo em sua conta pessoal no Twitter com a seguinte mensagem: "Lembrando de Steve, que completaria 60 anos hoje. 'A única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz'".

A equipe do Canaltech reconhece a importância das ideias visionárias de Jobs e sua contribuição não apenas para a empresa que ajudou a fundar, mas para o mercado de tecnologia como um todo. Feliz aniversário, Steve.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.