Startup australiana HealthKit desaprova escolha de nome pela Apple

Por Redação | 04.06.2014 às 16:00

Os iPhones e iPads têm uma nova plataforma para monitorar atividades físicas, que foi apresentada na segunda-feira (02) pela Apple. O Healthkit, apesar de celebrado pela maioria dos usuários, deixou uma pequena parcela descontente: justamente a startup australiana de mesmo nome.

"Sinto-me incomodado com a #Apple usando nosso nome #HealthKit para seu novo produto de saúde! @tim_cook você está ciente disso?", comentou a empresa em seu perfil no Twitter, que tem muitos clientes de localidades adeptas da língua inglesa, a exemplo dos Estados Unidos. "A Apple gosta do seu nome #HealthKit, assim como a gente!", completou, de acordo com o site Wired.

A empresa australiana comprou os direitos de nome HealthKit em 2012 e, de acordo com sua cofundadora, Alison Hardacre, é essencial que esse título permaneça inalterado. "É lisonjeiro que eles tenham gostado de nosso nome, mas estou um pouco triste, pois qual teria sido a dificuldade para eles fazerem uma busca num navegador e nos encontrar?", questionou. "Todo mundo vive preocupado se o Google ou a Apple um dia vão chegar ao seu setor e te obrigar a fechar as portas, mas ninguém imagina que um dia a companhia virá para seu setor usando o mesmo nome que você!".

A Apple, contudo, não tinha HealthKit como primeira opção, segundo Mark Gurman, informante de notícias sobre a companhia. A Maçã teria mudado de HealthBook para HealthKit no último minuto, pois o nome da plataforma já tinha vazado. Algo que poderia confirmar isso é o fato da Apple não ter os direitos sobre o domínio, o IP e a conta de Twitter com essa nomenclatura. E isso não costuma acontecer, já que a empresa é cuidadosa ao obter registros.

Alison diz que o site do HealthKit australiano teve grande aumento de tráfego desde o anúncio da Apple, o que, em outras circunstâncias, até poderia ser bom para a empresa. "Tem sido tão difícil construir este negócio. Não queremos ser pisoteados por uma grande companhia como a Apple".

A Apple, por sua vez, ainda não entrou em contato com empresa australiana e também não emitiu comunicados oficiais a respeito.

Fonte: http://www.wired.com/2014/06/apple-healthkit-taken/