Spartan: novo browser da Microsoft deve contar com recursos inéditos

Por Redação | 09 de Janeiro de 2015 às 11h55
photo_camera Divulgação

O Windows 10 vai trazer consigo não apenas muitas funções pedidas ou que os usuários sentiram falta, mas também pretende aplicar uma das maiores revoluções da história do Internet Explorer. De acordo com informações ainda não confirmadas oficialmente, a Microsoft estaria disposta a revolucionar totalmente a cara do browser por meio de funções que não são encontradas em nenhum outro concorrente.

O foco nas telas sensíveis ao toque, por exemplo, aparecerá com ainda mais força na nova versão. A Microsoft estaria desenvolvendo um sistema de anotações para os computadores ou tablets com touchscreen, permitindo que os usuários façam marcações sobre as páginas, anotando ideias, fazendo indicações ou marcando elementos importantes.

Por meio do OneDrive, seu sistema de computação na nuvem, tais elementos podem ser enviados aos amigos, com um sistema de colaboração que também permite a eles realizarem anotações adicionais. Aqui, a coisa funciona basicamente como uma impressão da tela, já que as marcações acontecem em uma reprodução e não em uma imagem da própria página, em tempo real.

A Cortana também deve aparecer como mais do que uma assistente de voz, mas também como um sistema que cruza informações relevantes ao usuário. Uma busca por destinos de viagem que leva o usuário a buscar por hotéis, voos ou atrações em uma determinada cidade será entendida pelo sistema, que passa a fazer indicações de dados que podem interessar. Tudo funcionaria a partir de uma aba própria, com interface diferente. Acima disso, a Cortana viria para “substituir” os programas do Bing integrados ao Internet Explorer. A palavra aparece entre aspas pois a assistente vai servir como uma intermediária para os serviços, permitindo que os usuários acessem todas as funcionalidades da plataforma de uma única vez.

Outra função inédita é um sistema de agrupamento de abas por categoria, semelhante ao que vemos no Windows há alguns anos, só que totalmente personalizável. Além disso, a Microsoft pretendia abrir as portas para a criação e utilização de temas pelos usuários, mas a novidade acabou sendo removida do lançamento inicial, podendo retornar em um futuro próximo.

Em termos de design, uma grande revolução também estaria sendo planejada. A Microsoft deseja desassociar o navegador do visual pesado das versões anteriores e estaria apostando em uma interface mais simplificada, que seria até mesmo semelhante à do Google Chrome. Isso se traduziria em poucos botões e menus na tela, de forma a privilegiar a navegação por toques.

Quem liberou as informações foi o The Verge, uma vez que elas ainda não foram oficializadas para o público. De acordo com o site, a Microsoft estaria pronta para a briga na internet e indica isso, inclusive, pelo codinome do navegador. A nova versão do Internet Explorer estaria sendo chamada internamente de Spartan, uma referência aos supersoldados da série Halo (foto) e aos combatentes da Grécia antiga que enfrentavam tudo e todos com bravura.

Games de ação

Integração entre plataformas

Com as novidades, a Microsoft mostra mais uma vez estar de olho na concorrência e nada confortável em seu status cada vez menor de líder dos navegadores. No Windows 10, o IE deixará de ser um software integrado ao sistema e passa a ser um aplicativo da Windows Store, o que vai facilitar atualizações e correções. Apesar disso, ele continuará sendo uma parte padronizada do sistema operacional, acompanhando todas as instalações dele.

Além disso, como já dá para imaginar, a ideia aqui é fazer com que o navegador seja único em todas as plataformas, em aparência e funções. Isso inclui os videogames da linha Xbox e os celulares e tablets com sistema Windows Phone, permitindo que os usuários compartilhem não apenas histórico, favoritos e outras configurações entre diversas plataformas, mas também continuar a navegação no smartphone, por exemplo.

Por enquanto, a Microsoft não negou, nem confirmou as informações publicadas pelo The Verge. A empresa tem marcado para o dia 21 de janeiro um evento focado especificamente no Windows 10, no qual as novidades podem acabar sendo anunciadas.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!