Sozinho, iPhone fatura tanto quanto McDonald's e Coca-Cola juntos

Por Redação | 29.07.2014 às 08:10
photo_camera Divulgação

Praticamente desde que foi lançado, o iPhone se transformou num sucesso absoluto e carro-chefe do faturamento da Apple. Mais do que isso, o pequeno gadget foi o principal responsável por transformar a Maçã na marca mais valiosa de todo o mundo.

Apesar de toda essa importância, há sempre quem diga que, sem grandes anúncios e novidades, a Apple logo cairá em desgraça. A afirmação é recorrente, mas não leva em consideração o quão grande é o mercado do iPhone, que sozinho fatura mais de US$ 19,75 bilhões. O número assustador chamou a atenção de vários especialistas, que lançaram uma espécie de brincadeira que isola os valores arrecadados pelo smartphone e os compara ao faturamento de gigantes multinacionais.

Ao todo, os 35,2 milhões de iPhones vendidos somente no segundo trimestre deste ano renderam à Apple mais do que McDonald's e Coca-Cola conseguiram faturar juntos. Como nota o Slate, os US$ 19,75 bilhões arrecadados pela Maçã só com o smartphone também se aproximam do montante arrecadado pelo Google e eBay juntos. O valor também é superior ao arrecadado pela Amazon no seu último relatório financeiro (US$ 19,74 bilhões).

A receita obtida pela Apple somente com o iPhone é superior do que a do McDonald's e Coca-Cola juntas e Amazon e muito próxima de Google e eBay juntas

A receita obtida pela Apple somente com o iPhone é superior do que a do McDonald's e Coca-Cola juntas (Imagem: Reprodução/Slate)

A constatação assombrosa só mostra o tamanho do poderio do iPhone, cujas vendas jamais pararam de crescer desde seu lançamento. A cada novo relatório financeiro, a Apple traz novos recordes de número de aparelhos vendidos e receita com o iPhone.

O cenário não é diferente quando levamos em consideração o iPad. Muito embora o tablet da Maçã tenha apresentado queda de faturamento nos dois últimos trimestres, o dinheiro gerado por ele (US$ 5,89 bilhões) ainda é superior do que os de empresas como Yahoo, Twitter, Facebook, LinkedIn, Tesla e Groupon juntas.

Apesar de sua receita ter encolhido nos últimos dois trimestres, o iPad ainda representa um negócio maior do que Yahoo, Facebook, LinkedIn, Twitter, Groupon e Tesla juntos

Apesar de sua receita ter encolhido nos últimos dois trimestres, o iPad ainda representa um negócio maior do que Yahoo, Facebook, LinkedIn, Twitter, Groupon e Tesla juntos (Imagem: Reprodução/Slate)

Leia mais sobre a Apple e o iPhone: