Sony fecha fábrica no Japão e pretende demitir mais de 2 mil funcionários

Por Redação | 19 de Outubro de 2012 às 12h14

A Sony está passando por um período delicado desde que iniciou suas reestruturações internas. A japonesa decidiu fechar uma fábrica de componentes no Japão, fato que a levará a realocar 840 funcionários. A empresa também planeja realizar um conjunto de reformas que não estavam previstas, e poderá demitir cerca de dois mil trabalhadores. Saiu no ZDNet.

As medidas foram anunciadas nesta sexta-feira (19), mas são apenas uma atualização dos planos de otimização de recursos e revitalização da empresa japonesa. O primeiro comunicado foi anunciado em abril.

Tais medidas tomadas pela Sony são justificadas por sua política de contenção de gastos, com a qual a empresa pretende poupar cerca de 770 milhões de reais. Os cortes devem causar efeito direto nos resultados do atual ano fiscal, que termina em março de 2013, mesmo tendo a empresa declarado que as diferenças sentidas nos resultados das receitas sejam imperceptíveis.

Em um comunicado à imprensa, a Sony cita medidas como "passos adicionais para acelerar as reformas estruturais". A fábrica que sofreu cortes e fechamento fica localizada na cidade de Minokamo, onde eram produzidas lentes para câmeras digitais e smartphones.

O plano de reformas antecipadas da Sony pretende reduzir os efetivos da empresa em 20%, principalmente na sede, em Tóquio. A divisão de entretenimento doméstico (da qual fazem parte os consoles de videogames, sistemas de som e aparelhos de TV) será a mais prejudicada com os novos planos de reforma.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.