Sony coloca à venda prédio em Tóquio e pode obter US$ 1,1 bilhão

Por Redação | 10 de Janeiro de 2013 às 11h17
photo_camera Exame

A Sony colocou à venda um de seus principais edifícios em Tóquio, Japão, em uma operação comercial que poderá lhe render US$ 1,14 bilhão (R$ 2,3 bilhões), afirmam fontes ligadas à empresa. A companhia estaria interessada em vender ativos que não são considerados fundamentais para ampliar seus resultados. As informações são da Reuters.

Com 25 andares, o Sony City Osaki, se for vendido, representará a maior transação no mercado imobiliário japonês nos últimos três anos. A venda de ativos não-essenciais faz parte dos planos da Sony de recuperar seus negócios de bens de consumo eletrônicos.

No último ano, a companhia japonesa anunciou a venda de uma empresa de químicos e estuda a venda da sua unidade de baterias. Além disso, a Sony está cortando seu quadro de funcionários em 20% e fechando alguns de seus principais escritórios nos Estados Unidos.

Por enquanto, a Sony não se pronunciou publicamente sobre a venda do edifício na capital japonesa e nem sobre outros ativos que planeja se desfazer.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.