Sony anuncia que poderá deixar de produzir smartphones e televisões

Por Redação | 19 de Fevereiro de 2015 às 08h10

Depois de apresentar resultados não muito satisfatórios no último relatório anual de finanças e fazer cortes de custos para reverter prejuízos, a Sony anunciou que abandonará as áreas de televisões e smartphones.

O anúncio foi feito pelo CEO da empresa, Kazuo Hirai, nesta quarta-feira (18). Segundo informações da Reuters, agora a meta da companhia é elevar o lucro operacional em 25 vezes em apenas três anos.

Para isso, a empresa japonesa passará a investir mais pesado nos negócios de sensores de câmeras e videogames, na divisão PlayStation. Hirai afirma que a decisão de parar de produzir smartphones se deve à grande concorrência dos líderes desta indústria, como a Samsung e a Apple.

Em coletiva de imprensa, o executivo ainda relatou que as divisões da Sony receberão mais autonomia para que possam tomar as suas próprias decisões de negócio. "A estratégia a partir do próximo ano fiscal será sobre gerar lucro e investir para crescer", comenta.

Quando questionado sobre as divisões de celulares e TVs, Hirai diz que há a possibilidade de vendê-las ou firmar parcerias com outras marcas para cortar os custos.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.