Smart TVs da LG guardam informações do usuário mesmo sem autorização

Por Redação | 21 de Novembro de 2013 às 13h26
photo_camera Divulgação

Apesar de serem produtos recentes, as Smart TVs já estão nas casas de milhões de usuários em todo o mundo. Sabendo disso, cibercriminosos já criaram diversos tipos de ameaças para esses aparelhos, incluindo vírus e malware. Mas e quando o risco à segurança vem da própria fabricante?

De acordo com um blogueiro britânico conhecido como DoctorBeet, as TVs inteligentes da LG continuam coletando informações privadas sobre os canais assistidos mesmo após desativar a opção “Collection of watching info”, recurso que autoriza a coleta de dados. A notícia foi publicada pelo site Engadget.

DoctorBeet descobriu por acidente o ocorrido, pois não sabia que a LG utiliza dados sobre o que o telespectador está assistindo para direcionar anúncios personalizados. Enquanto navegava pelos históricos de seu roteador, ele percebeu que uma série de informações eram enviadas toda vez que ele ou sua família mudavam de canal. Ainda duvidando do que acontecia, o usuário fez um outro teste: assistiu arquivos na TV guardados em um dispositivo USB. E notou que esses arquivos, com nome e tudo, também eram coletados pelo televisor.

Segundo uma publicação em seu blog pessoal, DoctorBeet diz que todos os dados apontam para URLs que não existem, mas nada impede que a LG incorpore esses endereços em seus servidores e, assim, comece a guardar informações detalhadas sobre os arquivos dos usuários.

O britânico entrou em contato com a LG para relatar o problema. A empresa pediu desculpas por qualquer inconveniente, mas que o caso não é de responsabilidade da companhia porque o usuário aceitou os termos e condições do aparelho a partir do momento em que comprou a televisão.

Já em resposta ao Engadget, a LG afirmou que continua investigando. "Levamos essas acusações muito a sério e estamos apurando a situação em diferentes estágios, já que nossas Smart TVs possuem funções e recursos específicos para mercados diferentes. Trabalhamos duro para garantir privacidade aos nossos usuários e temos este assunto como uma prioridade', disse a fabricante, que prometeu uma resposta definitiva sobre o caso no prazo de 48 horas.

Levando em consideração o comunicado, é possível que os televisores inteligentes da LG aqui no Brasil não estejam coletando informações de quem está assistindo. Em todo o caso, se você tiver uma Smart TV da empresa, vale dar uma checada nas configurações para evitar que aconteça a mesma coisa.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.