Setor de TI no Brasil deve arrecadar R$ 300 bilhões em 2013, diz Brasscom

Por Redação | 27.06.2013 às 12:13
photo_camera Banco Rural

Antonio Gil, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), afirmou nesta quarta-feira (26) que o setor de TI no Brasil deve faturar cerca de US$ 132 bilhões (R$ 288 bilhões) em 2013, apresentando crescimento de 7,3% sobre os US$ 123 bilhões (R$ 269 bilhões) registrados no ano passado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

"Isto coloca o Brasil como o sétimo maior mercado do mundo", ressaltou Gil durante o seminário Perspectivas para o Setor de TI, promovido pela Bolsa e Apimec. Atualmente, a participação do país no setor de TI é de 5%, mas acredita-se que esta porcentagem possa atingir 8% até o ano de 2022, o que indica um crescimento de 54% em um período de dez anos.

No entanto, Antonio Gil alerta que o que falta para o Brasil é o uso intensivo de TI em pequenas e médias empresas, bem como em setores públicos. Estima-se que 500 municípios brasileiros utilizem recursos de TI, o que vai muito além da aquisição de novos computadores.

Em 2012, o Brasil teve desempenho duas vezes melhor no setor de Tecnologia da Informação do que a média global de 5,9%, ficando atrás apenas da China com média de 15% de crescimento na área. A Brasscom afirma que as áreas de TI In-House (54%) e Hardware (35,3%) são as que recebem investimentos maiores, seguidas pelas áreas de Serviços, Software, BPO e Exportações.