Serviço de música da Apple deve ter conteúdo exclusivo para competir com Spotify

Por Redação | 26.03.2015 às 11:12

Os serviços de streaming de música estão tomando conta dos dispositivos dos usuários em todo o mundo e embora o modelo não agrade muito as gravadoras e diversos artistas, é perceptível o sucesso desse mercado. Prova disso é o crescimento acentuado do Spotify, uma das principais empresas de streaming de músicas do mundo. Além do Spotify, há outras empresas que já atuam no mercado como o Deezer e Rdio, além de outras companhias que pretendem disponibilizar sua própria solução, como é o caso da Apple.

Após a compra da Beats, muito rumores sobre a possível inserção da Apple no mercado de streaming apareceram. O que pouca gente especulava é que a participação da Maçã neste segmento deve ter algumas peculiaridades. Reunindo rumores antigos e acrescentando algumas reviravoltas, uma reportagem do New York Times coloca Trent Reznor, músico e fundador do Nine Inch Nails, em um "papel importante" para redesenhar o aplicativo Beats para que ele possa competir de igual com o rival Spotify. O foco do novo app seria contar com conteúdo exclusivo de serviços da Apple, o que certamente o tornaria atraente.

O Financial Times sugeriu que o produtor musical e presidente da Interscope Records, Jimmy Iovine, está por trás dos negócios, uma vez que espera um serviço com menos recursos gratuitos do que o Spotify. Segundo o jornal, o serviço da Apple deverá ter um preço bastante similar aos rivais, apesar de muitos acreditarem que será o mais caro entre os principais serviços do tipo.

Já o 9to5mac acredita que a Apple repaginará completamente o atual app Beats Music presente na App Store e na Google Play Store. A mudança adotará um visual característico da Apple, permitindo que os usuários mesclem as contas Beats com os perfis do iTunes e Apple ID. O novo serviço continuará sendo pago, porém deve ficar um pouco mais barato que o preço atual que corresponde a US$ 9,99 mensais.

Rumores informam que o serviço da Apple estará pronto e disponível apenas em uma atualização futura do iOS, de codinome "Copper". Originalmente, o plano era fazer a estreia do serviço de streaming de músicas neste mês, mas agora a previsão é que ele seja lançado em junho durante a conferência anual de desenvolvedores da empresa, a WWDC.

Fontes: Engadget, NYT, Financial Times e 9to5mac

Fonte: http://www.engadget.com/2015/03/26/apple-beats-music-rumors/?ncid=rss_truncatedhttp://9to5mac.com/2015/02/04/apple-beats-cheaper-android-ios/