Siga o @canaltech no instagram

Seria o Google Trends capaz de prever resultados na bolsa de valores?

Por Redação | 01 de Agosto de 2014 às 09h45
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Você provavelmente já usou ou já ouviu falar do Google Trends, uma ferramenta que compara termos inseridos pelos usuários e traça um gráfico que mostra as principais tendências relacionadas ao que as pessoas buscam na plataforma do Google, tendo como parâmetro de comparação o número de ocorrências e a data em que foram feitas as pesquisas em todo o mundo.

Agora, de acordo com o Google Discovery, um novo estudo sugere que os dados revelados pelo Trends poderiam ser utilizados para prever as oscilações no mercado de ações.

A pesquisa foi realizada por estudiosos da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, e da Universidade de Warwick, no Reino Unido. Eles descobriram que os usuários do motor de buscas tendem a fazer mais pesquisas por certas palavras-chave justamente algumas semanas antes de ocorrer uma queda no preço das ações de alguma empresa.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Google Trends

Uma busca pelos termos Apple e Samsung realizada no mesmo dia em que a sul-coreana publicou resultados nada animadores mostra maiores incidências no gráfico (azul) para o período atual que a concorrente Apple (vermelho).

“Um aumento nas pesquisas relacionadas com política e empresas pode ser um sinal de preocupação com o estado da economia, o que pode levar à diminuição da confiança no valor das ações, resultando em transações a preços mais baixos”, afirmou Suzie Moat, professora da Warwick Business School e co-autora do estudo.

Ao que tudo indica, os acionistas e investidores podem se beneficiar dos termos de pesquisa e fazerem uma consulta na plataforma antes de esperarem pelos resultados das ações de alguma empresa na bolsa de valores. Se houver um aumento substancial na busca pelos termos relacionados a uma determinada empresa, por exemplo, é possível que ela esteja prestes a enfrentar um período de quedas.

Leia também:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.