Seria o Google Trends capaz de prever resultados na bolsa de valores?

Por Redação | 01.08.2014 às 09:45

Você provavelmente já usou ou já ouviu falar do Google Trends, uma ferramenta que compara termos inseridos pelos usuários e traça um gráfico que mostra as principais tendências relacionadas ao que as pessoas buscam na plataforma do Google, tendo como parâmetro de comparação o número de ocorrências e a data em que foram feitas as pesquisas em todo o mundo.

Agora, de acordo com o Google Discovery, um novo estudo sugere que os dados revelados pelo Trends poderiam ser utilizados para prever as oscilações no mercado de ações.

A pesquisa foi realizada por estudiosos da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, e da Universidade de Warwick, no Reino Unido. Eles descobriram que os usuários do motor de buscas tendem a fazer mais pesquisas por certas palavras-chave justamente algumas semanas antes de ocorrer uma queda no preço das ações de alguma empresa.

Google Trends

Uma busca pelos termos Apple e Samsung realizada no mesmo dia em que a sul-coreana publicou resultados nada animadores mostra maiores incidências no gráfico (azul) para o período atual que a concorrente Apple (vermelho).

“Um aumento nas pesquisas relacionadas com política e empresas pode ser um sinal de preocupação com o estado da economia, o que pode levar à diminuição da confiança no valor das ações, resultando em transações a preços mais baixos”, afirmou Suzie Moat, professora da Warwick Business School e co-autora do estudo.

Ao que tudo indica, os acionistas e investidores podem se beneficiar dos termos de pesquisa e fazerem uma consulta na plataforma antes de esperarem pelos resultados das ações de alguma empresa na bolsa de valores. Se houver um aumento substancial na busca pelos termos relacionados a uma determinada empresa, por exemplo, é possível que ela esteja prestes a enfrentar um período de quedas.

Leia também:

Fonte: http://googlediscovery.com/2014/07/30/google-trends-poderia-prever-a-proxima-crise-financeira/