Seis dicas para definir uma gestão estratégica eficiente para sua empresa

Por Colaborador externo

por Juliane Yamaoka*

O termo de gestão estratégica é atualmente muito utilizado dentro das empresas, independe de seu tamanho ou setor de atuação no mercado. Esse conceito é uma forma de acrescentar novos elementos de reflexão e ação sistemática e continuada, com o intuito de avaliar a situação, elaborar projetos de mudanças estratégicas e acompanhar e gerenciar os passos de implementação de novos projetos. Além disso, é uma forma de gerir toda uma organização, com foco em ações estratégicas direcionadas para todas as áreas.

Porém, algumas empresas ainda não conseguiram entender o real significado desta ferramenta. Em muitos casos, a gestão estratégica é confundida com o setor financeiro ou com a gestão da empresa como um todo. O ponto principal da estratégia é criar um direcionamento e um caminho para a execução deste direcionamento. Saber definir e executar esse processo é uma porta de entrada para novos negócios.

Confira seis passos que podem levar sua empresa a ter uma boa estratégia:

1. Formule as estratégias

O primeiro passo é conhecer seu mercado, seus clientes, o produto, o ambiente interno, externo e também os pontos fracos e fortes. A partir dai é possível criar alguns conceitos que como missão, valores, visão estratégica, análise externa e planejar o futuro da empresa.

2. Saiba direcioná-las

É preciso agora definir em qual direção a empresa deve seguir, definir quem são os clientes, para quem vender e o que vender. Além disso, é importante distinguir o que é importante para a empresa, o que ela tem a oferecer e qual segmento de mercado pretende atuar.

3. Defina como gerenciar

O próximo passo é criar os objetivos, metas e indicadores. É importante definir o que será implantado na empresa, saber qual a meta que pretende alcançar e quais são as ações oferecidas para perceber que a meta foi batida e o objetivo conquistado.

4. Alinhe sua empresa

Neste processo é preciso direcionar a visão da empresa para um nível mais tático que envolva um projeto e ação. E para definir esse projeto exige um pouco mais de prática e execução. Para isso, é importante alinhar todos os líderes, além é claro de incluir todos os funcionários da empresa.

5. Comece a executar

A estratégia agora passa a ser executada no dia a dia. Neste processo, a empresa deve dar todo o direcionamento aos seus funcionários para alcançar o êxito. É importante fazer um relatório para medir a produtividade da equipe. Isso pode auxiliar o gestor a verificar se os objetivos estão sendo alcançados.

6. Faça revisão

Este é o momento de analisar as mudanças do mercado e se for preciso, adequar-se a elas. Além disso, este processo serve para a empresa definir também se as estratégias podem voltar para formulação ou continuar sendo gerenciadas, mudando apenas os objetivos com novos indicadores ou recursos financeiros.

*Juliane Yamaoka é gerente geral da Efix.