Scroogled: Microsoft volta a atacar o Google em novos vídeos

Por Redação | 10.04.2013 às 13:35

A campanha contrária ao Google criada pela Microsoft, intitulada Scroogled, acaba de ganhar um novo capítulo. A gigante do software divulgou dois novos vídeos nos quais acusa a sua adversária de usar dados dos usuários Android, através da Google Play, para repassar para terceiros como, por exemplo, desenvolvedores de aplicativos.

O objetivo por trás da campanha da Microsoft é fazer com que os usuários Android migrem para sua própria plataforma móvel, o Windows Phone, e seu motor de buscas Bing. Para isso, a companhia decidiu reforçar um ponto que tem deixado muitas pessoas preocupadas nos dias de hoje: a privacidade. Em seus novos vídeos, a Microsoft afirma que, ao se cadastrar na Google Play, os usuários têm que informar alguns de seus dados pessoais (e-mail, endereço, nome completo etc.), e que eles podem ser direcionados para outras pessoas.

"Se você não pode confiar em sua loja de aplicativos, talvez você não devesse confiar no Google para nada", afirma a empresa em um de seus vídeos. Já em outro vídeo, a Microsoft ressalta que muitos desenvolvedores são confiáveis, mas que existem outros com intenções nada sinceras que podem usar, sem autorização, seus dados.

Em outras ações, a Microsoft já havia criticado o Google Shopping afirmando que o serviço apresentava links patrocinados sem informar aos usuários que se tratava de propaganda, e também do Gmail, pelo serviço de e-mail apresentar anúncios com base nos termos buscados pelos usuários em sua caixa de entrada.

Confira abaixo os dois novos vídeos, em inglês, da campanha Scroogled: