Samsung 'trolla' Apple no mundo real, criticando duração de bateria do iPhone

Por Redação | 14 de Agosto de 2014 às 17h16

Não é de hoje que a Samsung alfineta a Apple, sua principal concorrente no segmento de dispositivos móveis. Contudo, há alguns meses a empresa vem debochando da Maçã e do iPhone em várias peças publicitárias hilárias.

Na última delas, a fabricante sul-coreana atacou aquele que é o ponto fraco do iPhone para muitas pessoas: a bateria. E apelidou os fãs do gadget de "abraçadores de paredes". O rótulo faz menção à necessidade constante dos usuários do smartphone da Apple estarem atrás de tomadas para recarregar seus aparelhos, cuja autonomia, segundo a Samsung, é muito inferior à dos aparelhos da linha Galaxy.

Painéis publicitários da Samsung serão instalados ao redor de tomadas em aeroportos dos EUA.

Painéis publicitários da Samsung serão instalados ao redor de tomadas em aeroportos dos EUA. "Você tem o poder para estar em qualquer lugar, menos aqui", diz a peça que destaca o modo "Ultra Power Saving" do Galaxy S5 (Imagem: Reprodução/Samsung)

Produzido em vídeo, o comercial é hilário e mostra situações inusitadas de fãs da Apple se acomodando próximos a latas de lixo, próximos a pias de banheiros públicos e qualquer lugar onde há uma tomada disponível.

A fórmula deu tão certo que, segundo o portal CNET, a Samsung anunciou nesta quinta-feira (14) que vai dar início a uma campanha publicitária em aeroportos atacando o iPhone. A ideia é colocar pequenos painéis logo acima das tomadas dos terminais aeroportuários informando os usuários do modo "Ultra Power Saving" do Galaxy S5, que faz a bateria do aparelho durar mais que o normal. Logo em seguida a empresa alfineta: "Portanto, você tem o poder para estar em qualquer lugar, menos aqui".

Em entrevista ao site, a fabricante confirmou que a ideia é mesmo constranger os usuários do iPhone. "Queremos atingir os consumidores bem na ferida, onde mais dói neles", disse a sul-coreana.

Inicialmente as peças serão colocadas apenas nos aeroportos John F. Kennedy, em Nova Iorque, e nos aeroportos O'Hare e Midway, de Chicago, todos nos Estados Unidos. Ainda não há nenhuma confirmação, mas aparentemente os painéis poderão ser colocados em outros aeroportos em breve.

Leia também:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.