Samsung lança serviços para o Brasil e estúdio de desenvolvimento no país

Por Caroline Hecke | 27.11.2013 às 15:58

Na manhã de hoje (27), em evento em São Paulo, a divisão de portáteis da Samsung apresentou a nova área de Media Solution Center (MSC) para a América Latina. A equipe, alocada no Brasil, deve trazer aos consumidores da marca uma série de ofertas exclusivas de aplicativos e conteúdos diversos.

Fiamma Zarife, Vice-Presidente do Samsung MSC para a América Latina, apresentou a nova unidade de negócios da empresa, que foca nos pontos mais importantes atualmente para a Samsung: conteúdo e serviços. Segundo Zarife, este é um mercado que movimentou mais de US$ 1,5 bilhão no último ano, número que tende a crescer mais ainda com o aumento de penetração de smartphones e tablets no mercado.

“Estamos mudando a forma como consumimos conteúdos digitais e o celular hoje ganha uma atenção maior do consumidor. Os smartphones praticamente viraram uma segunda tela para outros equipamentos”, diz Zarife.

Segundo a executiva, a Samsung deve contar com escritórios MSC regionais em todo o mundo para que cada região receba conteúdos adequados às expectativas do público. O objetivo é redefinir a experiência do consumidor, integrando os produtos da marca e ampliando os serviços multiplataforma.

Conteúdo regional no Samsung Hub

O resultado dos novos escritórios MSC pode ser visto no Samsung Hub, um sistema que integra lojas virtuais de música, vídeos, jogos, livros e conteúdos educacionais. O Hub já pode ser acessado por donos de aparelhos da linha Note e do Galaxy S4, porém, a empresa já trabalha para levar o sistema a outros devices da marca.

Com as equipes regionais, o Hub passa a oferecer conteúdo especifico para cada região, conforme o perfil de consumo do público em cada país. Um exemplo disso é a parceria com a Gameloft, que fornece 13 jogos gratuitamente dentro do Samsung Hub apenas para Brasil e América Latina. Segundo Zarife, no mercado de livros digitais, a meta da Samsung para o próximo ano é ter mais de 50% do mercado editorial do país disponível dentro do Hub.

O grande diferencial do Hub perante lojas de aplicativos comuns está no esforço da Samsung em oferecer para o público algo como um clube exclusivo de descontos. Por meio de parcerias, a fabricante sul-coreana oferece uma série de serviços freemium, como a gratuidade de 6 meses no Evernote Premium, 50 GB gratuitos do Dropbox por dois anos, assim como assinaturas de revistas e jornais digitais por tempo determinado.

Com isso, a Samsung pretende deixar de lado os aplicativos pré-instalados, que geralmente acabam sendo uma dor de cabeça para grande parte dos usuários. A ideia é que todos ganhem mais no processo: os desenvolvedores com boas ofertas recebem maior destaque e os consumidores de portáteis da Samsung recebem uma série de vantagens, apps, games e serviços gratuitos ou com preços muito abaixo do praticado em outras lojas de apps.

Estúdio de desenvolvimento no Brasil

A Samsung aproveitou a ocasião para anunciar seu novo estúdio de desenvolvimento, que ficará em Manaus. A proposta é impulsionar o mercado brasileiro de aplicativos dando suporte a desenvolvedores, estudantes e empresas de desenvolvimento.

O grande foco do laboratório é o mercado de games, no entanto, a Samsung também quer aproximar ainda mais os desenvolvedores para que eles utilizem de maneira plena as funções disponíveis em aparelhos da marca.

A proposta faz parte de incentivos da empresa em talentos brasileiros. “Sabemos que existem muitos desenvolvedores e até mesmo estudantes com muito potencial no país. Queremos estimular a produção nacional de games e descobrir novos talentos por meio de cursos de capacitação”, diz Zarife.

A vice-presidente de MSC ainda adianta que a Samsung não pretende parar por aí. “Queremos ter filiais do estúdio em outras cidades”. Nenhuma data de inauguração foi divulgada. Por enquanto, os desenvolvedores podem encontrar apoio no site Samsung Developers.