Samsung quer expandir uso da biometria e colocá-la em aparelhos mais baratos

Por Redação | 19 de Maio de 2014 às 13h06

Apesar de eventuais problemas de segurança, a Samsung parece estar disposta a usar a biometria como um de seus métodos de proteção padrão. De acordo com o vice-presidente sênior da empresa, Rhee In-jong, a tecnologia pode ganhar novas formas em aparelhos de todo de linha e também aparecer futuramente em dispositivos mais baratos da empresa.

Apesar de não ter feito nenhum anúncio nesse sentido, em entrevista ao Wall Street Journal, Rhee disse que a ideia é sempre ser a líder do mercado. E, na visão do executivo, isso envolve inclusive trazer novas tecnologias às mãos dos usuários o mais rápido possível, ou então apresentá-las de uma maneira que os clientes não estavam esperando.

O foco em uma segurança ainda maior para os aparelhos, por exemplo, estaria levando a Samsung a estudar o reconhecimento de íris como uma nova alternativa biométrica em seus próximos dispositivos topo de linha. A novidade, inclusive, cairia bem com usuários corporativos e governamentais, que cada vez mais carregam seus dispositivos pessoais para o trabalho e, por meio deles, acabam tendo acesso a informações confidenciais.

A ideia é incluir esse tipo de mecanismo de proteção mais avançado em aparelhos com o sistema Knox, cujo foco é o mercado corporativo. Tendo como principal rival a BlackBerry, a fabricante sul-coreana espera intensificar o trabalho junto a executivos e companhias de forma a se tornar uma presença constante também nesse mercado.

Rhee, porém, admite que a resposta dos consumidores está bem abaixo do esperado. Segundo ele, dos 87 milhões de celulares que possuem o Knox embarcados, apenas 1,8 milhão estão efetivamente usando o sistema. Os outros acabaram adotando soluções corporativas proprietárias ou, então, funcionam no mercado empresarial sem proteção alguma, o que é ainda pior.

O objetivo agora é trabalhar junto a órgãos governamentais na obtenção de certificações já que, na visão da fabricante, esse é o primeiro passo para qualquer sistema empresarial começar a fazer sucesso. Bancos, instituições financeiras ou de saúde são os principais clientes em potencial neste caso.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.