Samsung pode permitir desinstalação de apps embarcados no Galaxy S6

Por Redação | 23 de Março de 2015 às 08h52
photo_camera Divulgação

Mais uma boa notícia para quem está de olho no lançamento do Samsung Galaxy S6: a Samsung pode facilitar a desinstalação dos aplicativos embarcados, os tão odiados bloatwares. Pelo menos é isso o que mostra uma série de imagens de diversos softwares instalados por padrão nos dispositivos ao lado de um ícone para exclui-los.

As screenshots foram obtidas em um Galaxy S6 Edge, mas os responsáveis pelo vazamento têm razões para acreditar que esse será o caso em toda a linha da Samsung para 2015. É uma iniciativa que vai de acordo com as declarações recentes da fabricante, que, como uma forma de se conectar aos usuários mais puristas, já disse que iria reduzir a influência da interface TouchWiz sobre o dispositivo e também a incidência de bloatwares como uma forma de melhorar ao máximo o desempenho dos dispositivos.

Samsung bloatware

Até agora, a desinstalação dos aplicativos, na maioria dos aparelhos, era possível apenas por meio do processo de desbloqueio, ou root, que libera funções não acessíveis a usuários “comuns”. Mesmo assim, a presença dos softwares indesejados no aparelho – e na memória – vem como um incômodo até mesmo para quem não é um “power user”, como são chamados aqueles que desejam extrair o máximo de seus aparelhos.

Entre os aplicativos padrão instalados pela Samsung no Galaxy S6 estão sistemas de conexão a smartwatches, pulseiras inteligentes e outros dispositivos da indústria médica, além de assistentes próprios de voz. Ainda, uma parceria com a Microsoft prevê a instalação de apps como o OneDrive, Skype e do pacote Office como uma forma de aumentar o apelo dos dispositivos no mercado corporativo. Eles, também, poderão ser desinstalados a gosto do usuário.

A ideia de desvincular tais aplicativos do coração do sistema operacional também permite que os utilizadores realizem a desinstalação sem perigo de se arrependerem depois, uma vez que as soluções podem muito bem ser baixadas novamente a partir da Google Play Store.

O site responsável pelo vazamento não pode atestar com detalhes o ganho de desempenho gerado pela desinstalação, mas, desde já, comemora a possibilidade. Ela deve vir como uma boa nova principalmente para quem pretende comprar os modelos mais básicos da linha Galaxy, que devem ser lançados ao longo do ano e, como todos sabem, precisam de todo o poder de processamento que estiver disponível para entregar uma experiência melhor. O ganho em memória interna, sozinho, já é motivo o suficiente para agradecer a Samsung.

O Galaxy S6 e seu irmão de luxo, o Edge, chegam em breve às lojas de alguns territórios do mundo. Os aparelhos chegam com mudanças no design, como uma tela curvada nas laterais no caso do modelo premium, e detalhes em metal em todas as versões, além de um novo sensor para leitura de impressões digitais.

Fonte: XDA Developers

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.