Samsung e Apple são responsáveis por 17% das compras globais de semicondutores

Por Redação | 23 de Janeiro de 2015 às 10h04

A Samsung e a Apple continuaram sendo as duas principais compradoras de semicondutores em 2014, apontou um estudo do Gartner, que coloca as empresas como responsáveis por 17% do mercado. Juntas, elas foram responsáveis por movimentar US$ 57,9 bilhões no mercado global de semicondutores, um crescimento de US$ 3,9 bilhões em comparação com 2013.

As 10 maiores empresas dessa área foram responsáveis pela compra de US$ 125,6 bilhões em semicondutores no ano passado, o que representa 37% do mercado mundial de fornecimento do produto. Em 2013, essas empresas tiveram 36,4% de presença, com compra de US$ 114.8 bilhões. A parcela que representa o top 10 do segmento superou o mercado geral e cresceu 9,4% no período.

“A Samsung Electronics e Apple lideram a tabela de consumo de semicondutores há quatro anos consecutivos e suas decisões têm consideráveis implicações sobre a tecnologia e preços para toda a indústria de semicondutores”, disse Masatsune Yamaji, analista responsável pela pesquisa do Gartner.

Ele explica que a taxa de crescimento da Samsung na aquisição de semicondutores foi menor do que a do mercado em geral. A empresa continua líder na tabela, como maior compradora mundial, mas, ainda assim, teve dificuldades devido às complicações no mercado de smartphones.

Gartner semicondutores

Com a estabilização dos preços em 2014, oito entre as dez empresas com maior demanda aumentaram as suas compras de semicondutores. Todas as dez empresas que apareciam no ranking em 2013 mantiveram os resultados no ano passado, apenas com alterações nas posições da tabela.

A Lenovo, por exemplo, devido a aquisições e fusões, amentou sua demanda por semicondutores em 33,9% no último ano e está no quarto lugar do ranking. A Huawei apresentou crescimento de 21,6% e subiu duas posições, indo para o 7º lugar. A LG subiu de 10º para 9º no último período, com crescimento de 15,9%.

Para Yamaji, o cenário dos fabricantes e o mapa da demanda de semicondutores se mantiveram estáveis em 2014, mas uma desaceleração por parte da Samsung pode representar uma mudança na tendência para os próximos anos. “Samsung e Apple se mantiveram nos dois primeiros lugares, mas o desempenho do crescimento combinado delas é inferior ao do crescimento total do mercado em 2014. O impacto desses dois gigantes ainda é enorme, mas é cada vez mais fraco, enquanto os fabricantes chineses de equipamentos eletrônicos, tais como Lenovo e Huawei, aumentaram significativamente sua importância como compradores de chips em 2014”, explicou.

O Gartner acredita que a obsolescência dos equipamentos, com um ciclo inflado, faz com que seja mais difícil uma empresa manter a posição de liderança por muito tempo. Para Yamaji, a concorrência de preço será mais acirrada, enquanto os fornecedores continuarão com dificuldades de terem hardwares diferenciados. Tal característica, no fim das contas, pode acabar sendo uma vantagem para os fabricantes chineses, que podem crescer mais rapidamente.

Fonte: http://www.gartner.com/newsroom/id/2966829

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.