Samsung deve ter queda brusca no lucro desse trimestre

Por Redação | 07 de Outubro de 2014 às 12h05
photo_camera Divulgação
Tudo sobre

Samsung

A Samsung apresentou más notícias para seus investidores nesta segunda (6). A empresa deve ter uma queda brusca nos lucros no terceiro trimestre fiscal, chegando a 60% quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Em uma nota aos investidores, a gigante coreana afirma que pretende declarar lucro de 3,8 bilhões de dólares, bem abaixo dos 5,2 bilhões esperados por analistas.

Os números nada amigáveis são consequência de diversos fatores. O principal deles é a queda nos lucros das vendas de smartphones, tanto topos de linha quanto aparelhos medianos. Ainda, a empresa teve uma queda nas vendas de telas para outros fabricantes, e a demanda por televisões caiu bastante, algo que os executivos não previram.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O problema maior está na divisão de smartphones. A empresa tem enfrentado concorrência acirrada de outras companhias, principalmente a Apple, com o novo iPhone 6, que está atraindo milhões e milhões de consumidores.

galaxy alpha

A Samsung está perdendo espaço em um dos seus principais mercados, a China. No trimestre anterior, a Xiaomi passou a coreana para trás e assumiu a liderança do mercado chinês, com seus aparelhos topos de linha por preços mais baixos. Além disso, outros mercados emergentes importantes como a Índia possuem fabricantes locais que também oferecem opções mais baratas.

E para piorar a situação, as vendas do Galaxy S5, smartphone topo de linha que tem uma margem de lucro maior, andam mais devagar do que o esperado, principalmente por causa da saturação do mercado nos países desenvolvidos.

Com a Apple lançando o iPhone 6 Plus, a coreana está tendo sérios problemas para enfrentar a concorrência. Isso fez com que a companhia até adiantasse o lançamento do Galaxy Note 4 na China, o principal rival do phablet da Apple, mas mesmo assim não impediu que a empresa americana recebesse mais de 2 milhões de pedidos do iPhone 6 no país asiático. Ainda, a Samsung teve gastos elevados com publicidade, e os preços dos seus smartphones tiveram que ser reduzidos, diminiuindo as margens de lucro.

Além da divisão de smartphones, outras áreas também estão enfrentando dificuldades. Os preços das TVs andaram caindo, e as vendas também. Ainda, com a moeda coreana em alta e a japonesa em baixa, muitos consumidores da Coreia do Sul estão comprando produtos japoneses.

Claro que a Samsung não ficará sentada vendo a casa cair, e se prepara para lançar novas linhas de smartphones e outros dispositivos, principalmente smartwatches.

No próximo trimestre, a empresa agirá com cautela, para que a situação não fuja do controle. Fontes internas sinalizaram que a divisão de eletrônicos pode passar por uma reestruturação, de maneira a depender menos das vendas de smartphones, que estão atingindo um ponto de estagnação em boa parte do mundo desenvolvido.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.