Samsung apresenta centro para treinamento de desenvolvedores em São Paulo

Por Rafael Romer | 29 de Abril de 2014 às 18h18
photo_camera Vida Movel Blog

A gigante da tecnologia Samsung apresentou nesta terça-feira (29) seu novo centro para treinamento e capacitação de estudantes e desenvolvedores de software para soluções móveis, o Ocean Brasil, em São Paulo.

Ocupando um espaço de 500m na região da Faria Lima, o centro é o primeiro do tipo construído pela empresa fora da Coreia do Sul, onde suas operações estão baseadas. O Brasil deverá receber um segundo espaço semelhante ao de São Paulo ainda neste semestre, que será localizado dentro do campus da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em Manaus.

"Com todas nossas pesquisas, geramos muitas patentes de tecnologias, protótipos e incubações", afirmou o Presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung para a América Latina, Yeun Bae Kim. "E agora é hora não só de possuir isso, mas de expandir e compartilhar essas patentes e know-how. Para fazer isso, criamos centros de tecnologia e programas, e o Ocean Center é uma dessas coisas".

Ambos centros oferecerão cursos livres e intensivos para estudantes de universidades parceiras da iniciativa: USP, UNESP, Mackenzie e Anhanguera, em São Paulo, e a UEA, no Amazonas. Além de aulas técnicas, os alunos também deverão ter acessos a conteúdos gerais sobre as plataformas e soluções da Samsung, aos kits de desenvolvimento, a produtos como SmartTV e ao Samsung Tizen, além de treinamento em negócios e parcerias.

Samsung Ocean

Até o final deste ano, a empresa pretende atender 4 mil alunos e desenvolvedores no local (Foto: Rafael Romer/Canaltech)

Os centros fazem parte da estratégia global da empresa no setor de pesquisa e desenvolvimento (P&D), que representam cerca de 6% dos investimentos anuais da companhia, em US$ 13,6 bilhões. A empresa estima que 26% do total de seus funcionários estão dedicados ao setor de P&D, o que representa cerca de 65 mil colaboradores globalmente.

No Brasil, a empresa espera que o centro ajude na capacitação de mão-de-obra especializada para o setor, além de expandir as possibilidades de desenvolvimento de novos negócios.

"Por causa dessa revolução que está acontecendo de uns anos para cá no mundo de conteúdo, o Brasil começou a ganhar mais importância e tem uma comunidade muito grande de desenvolvedores", explicou o Diretor do Media Solution Center, Fábio Croiter. "Mas muitos desses têm background de tecnologia. Eles precisam de treinamento de negócios, de empreendedorismo, esse pessoal é carente de treinamento, orientação profissional, criação de novos negócios, startups". Até o final deste ano, a empresa pretende atender 4 mil alunos e desenvolvedores no local.

O Brasil é atualmente o único país na América Latina que conta com um dos 33 centros de pesquisa globais da empresa, que estão distribuídos em 13 países. No total, a Samsung possui cerca de mil funcionários brasileiros dedicados a esse setor, divididos entre Campinas e São Paulo.

A empresa também adiantou que deve realizar a primeira edição do seu evento para desenvolvedores, o Samsung Developer Day, em São Paulo, ainda neste semestre. O evento deverá reunir uma série de palestras e workshops com especialistas sobre as tecnologias da Samsung, além de uma hackathona de 12 horas para o desenvolvimento de soluções móveis.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.