Samsung adquire fabricante de baterias para carros elétricos

Por Redação | 23 de Fevereiro de 2015 às 16h36
Tudo sobre

Samsung

Nesta segunda-feira (23), a sul-coreana Samsung confirmou a aquisição de uma parte da Magna International, empresa multinacional que fornece componentes para diversas fabricantes de carros pelo mundo. A divisão adquirida pela Samsung é referente a baterias para automóveis elétricos.

A compra será integrada à Samsung SDI, setor de produção de componentes do conglomerado. A SDI já marcou um importante acordo com a BMW para fornecer baterias para o i3, totalmente elétrico, e o híbrido i8. Além disso, a divisão da Samsung irá fornecer 8% do abastecimento de baterias da Tesla em 2015. A aquisição certamente fará a Samsung mais forte para brigar com outras empresas como a Panasonic. Com isso, a companhia espera se posicionar estrategicamente para um provável crescimento deste mercado nos próximos anos.

As empresas de tecnologia estão invadindo o mercado de automóveis em um ritmo bastante acelerado. Na última semana, rumores sobre o interesse da Apple em criar seu próprio veículo elétrico ganharam força. A Magna International teria sido uma das empresas com que a Maçã entrou em contato para buscar maiores informações antes de iniciar seu próprio projeto.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

O site americano Engadget ressalta a estratégia utilizada pela Samsung de entrar em novos mercados criando componentes de que todos precisam e conseguir lucro com isso. Certamente a produção de baterias para carros elétricos se encaixa com as novas estratégias da Samsung para não perder espaço em novas áreas.

Após a integração da divisão de baterias da Magna International à Samsung, veremos melhor como a empresa coreana pretende se posicionar em relação à produção e distribuição de baterias para as principais montadoras do mundo. Visto que a Apple utilizou diversas tecnologias da Samsung em seus produtos, é provável que a Maçã tenha interesse nas baterias da coreana caso seu projeto de carro elétrico realmente exista.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.