Samsung Galaxy S6 Edge terá um dos menores níveis de radiação do mercado

Por Redação | 09.02.2015 às 18:31

A Samsung revelou que o nível de exposição à radiação a que estará submetido um usuário do Galaxy S6 Edge, próximo grande lançamento da companhia, é o menor dentre os chamados flagships, os aparelhos de ponta que chegam ao mercado. As informações são do Phone Arena.

O nível de exposição é medido pela taxa de absorção específica (SAR na sigla em inglês), um conceito mensurado pela Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC) para regulamentar a venda de dispositivos móveis. O limite definido pela lei é de 1,6 watts por quilograma.

Conforme dados divulgados pela Samsung, as duas edições do Galaxy S6 Edge (SM-G925F e SM-G925FQ) que serão vendidas na Europa possuem no máximo 0,306 W/kg para cabeça e 0,409 W/kg para corpo. Tal desempenho faz deste modelo o dispositivo “menos nocivo” do ponto de vista da exposição a radiação dentre os seus concorrentes diretos.

A título de comparação, a SAR do iPhone 6 é de 1,18 W/kg, segundo informações divulgadas pela companhia. No texto presente no site da Samsung, a empresa informa que os testes e valores ali indicados valem apenas para essa versão do aparelho, e que edições anteriores da linha Galaxy S podem apresentar características diferentes.

Vale lembrar que a Samsung tem um evento programado para o próximo dia 1º de março, no qual provavelmente deve fazer o anúncio oficial da nova linha de smartphones de ponta. Ainda hoje (9), as versões sueca e finlandesa do site da companhia lançaram páginas de suporte para modelos que supostamente são o Galaxy S6 e o Galaxy S6 Edge.