SAP anuncia seu primeiro data center da América Latina no Brasil

Por Rafael Romer | 02 de Setembro de 2014 às 15h42

A SAP anunciou nesta terça-feira (02) que começará a operar seu primeiro data center da América Latina, em São Paulo, partir do primeiro trimestre de 2015.

A infraestrutura receberá um investimento inicial de R$ 19 milhões e será focada no processamento de dados de clientes brasileiros dos serviços de nuvem da empresa alemã.

"A gente teve um crescimento no segundo trimestre de três digitos nas vendas de cloud para o mercado brasileiro", afirmou a presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka. "Ainda são pequenas, e a gente espera ter esse nível de crescimento acelerado por um bom tempo, mas isso mostra que a gente está apontando a SAP Brasil na direção certa".

A primeira solução que será fornecida através do data center brasileiro é o serviço de gestão de recursos humanos SuccessFactors.

Adquirida pela SAP em 2011 por US$ 3,4 bilhões, a solução já tem cerca de 4 mil clientes em 177 países, com 25 milhões de usuários globalmente. No Brasil, a solução comercializada em SaaS é 100% localizada para o português e tem cerca de 300 clientes de diferentes setores. O modelo de negócio da venda da solução não deverá ser modificado, e permanece comercializado tanto pela SAP quanto por canais do setor de RH da empresa.

A empresa não divulgou um roadmap de como outros serviços serão migrados para o data center, mas antecipou que soluções de SaaS como SAP Ariba e de CRM serão integradas.

De acordo com Palmaka, o data center não terá um foco específico no país, e poderá atender tantos grandes clientes de setores bancários e de seguros como pequenas e médias empresas (PMEs), que no último ano foram um dos motores de crescimento da SAP no Brasil.

A empresa não abre números sobre a previsão de crescimento de negócios que poderá decorrer da infraestrutura localizada no Brasil, mas espera que clientes com demandas de nacionalização de dados optem por adquirir serviços da SAP por aqui. Os ganhos de performance para clientes pela proximidade da infraestrutura também devem alavancar o crescimento das soluções da empresa.

Os clientes que utilizam serviços de nuvem oriundos de outros data centers da SAP poderão realizar a migração para a infraestrutura nacional, mas não serão obrigados a fazê-lo.

Em um primeiro momento, a infraestrutura será dedicada a clientes brasileiros da empresa. Há, no entanto, a expectativa de que o data center atenda também outros clientes na América Latina, em decorrência dos ganhos de entrega e velocidades da maior proximidade da infra.

Expansão de infraestrutura

O data center brasileiro faz parte de uma estratégia global da empresa de expansão de suas infraestruturas para fornecimento de serviços de nuvem em modelo da SaaS. Atualmente, a companhia atende cerca de 73 mil empresas globalmente com suas ofertas de soluções em nuvem, que atingem mais de 36 milhões de usuários.

Neste ano a SAP já anunciou três novos data centers, em Sidney, na Austrália, e em Tóquio e Osaka, no Japão. Ela também tem planos para a implementação de outros três centros em Toronto, no Canadá, e em Xangai e Guangzhou, na China.

No Brasil, o data center de Tier III é operado pelas instalações de um dos parceiros globais de infraestrutura da SAP, que não teve o nome divulgado pela empresa.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.