Receita da indústria de eletrônicos de consumo deve bater recorde em 2013

Por Redação | 09 de Janeiro de 2013 às 18h45

As projeções financeiras para a indústria de eletrônicos de consumo não poderiam ser melhores, já que é esperado um aumento de 3% na receita do setor. Se as previsões estiverem corretas, isso pode levar a indústria a atingir o recorde de US$ 209,6 bilhões arrecadados.

A previsão, que é divulgada duas vezes por ano, em janeiro e julho, partiu da Consumer Electronics Association (CEA), responsável pela CES, que está acontecendo em Las Vegas. O evento anual é considerado uma das maiores vitrines do setor de eletrônicos de consumo, e também um dos mais importantes do segmento.

Os dispositivos móveis conectados vão continuar impulsionando o crescimento da indústria, e os smartphones vão se manter como o fio condutor na geração de receita primária. Acredita-se que as vendas unitárias de smartphones atinjam 130 milhões este ano, contra 111 milhões em 2012. Já as vendas dos telefones inteligentes devem ultrapassar a marca de US$ 37 bilhões em 2013.

"A previsão da CEA confirma mais uma vez que os eletrônicos de consumo vão desempenhar um papel cada vez mais indispensável na vida dos consumidores", disse Steve Koenig, diretor de análise de indústria da CEA.

As vendas unitárias de tablets também devem continuar subindo, e estão projetadas para atingir 116 milhões este ano, o que corresponde a uma alta de 45% em relação a 2012, quando 80 milhões de tablets foram vendidos. A receita total da indústria de tablets deve ultrapassar a marca dos US$ 37 bilhões, ficando US$ 6 bilhões acima do valor atingido em 2012.

Os notebooks também marcam presença, com uma projeção de aumento nas vendas que deve atingir 26 milhões de unidades em 2013, respondendo por US$ 17 bilhões na receita.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.