Gartner: Qualcomm assume terceira posição no mercado de semicondutores em 2012

Por Redação | 05.04.2013 às 12:44

O Instituto Gartner divulgou os resultados do seu levantamento sobre o mercado de semicondutores em 2012, afirmando que o setor faturou US$ 299,9 bilhões (R$ 603 bilhões) ao longo do último ano e apresentou queda de 2,6% em comparação a 2011. Apesar da retração, a Qualcomm conquistou espaço no mercado, passando da sexta posição em 2011 para o terceiro lugar no ano passado em número de venda de semicondutores no mundo todo.

A queda no valor total de rendimentos do setor e o reposicionamento da Qualcomm no cenário indicam uma mudança no consumo com redução no número de PCs adquiridos e um salto na venda de smartphones e tablets, espaço este onde a Qualcomm está muito presente. Em 2012, a empresa teve receita total de US$ 13,2 bilhões (R$ 26,5 bilhões), ou seja, um aumento de 31,8% em seu lucro em relação aos resultados de 2011. A empresa também deixou para trás outras concorrentes como Texas Instruments e Toshiba, ficando com 4,4% de participação no setor.

Com mais de 21 anos de mercado, a Intel permaneceu na liderança do setor de semicondutores em 2012, com 16,4% de participação. Mas, a empresa norte-americana enfrentou retração de 3,1% em sua receita devido à redução das remessas de computadores pessoais, fechando com receita total de US$ 49,1 bilhões (R$ 98,8 bilhões).

Em segundo lugar no ranking aparece a Samsung, com 9,5% de participação no mercado mundial e com receita anual de US$ 28,6 bilhões (R$ 57,5 bilhões), aumento de 3,1% em comparação a 2011. A Texas Instruments ficou com o quarto lugar com 3,7% de participação e receita de US$ 11,1 bilhões (R$ 22 bilhões). A Toshiba, na quinta posição, fechou 2012 com 3,5% do mercado e rendimento de US$ 10,6 bilhões (R$ 21,3 bilhões).

A lista de empresas de semicondutores com os maiores rendimentos continua com a Renesas Electronics (6ª) com 3,1% e US$ 9,1 bilhões (R$ 18,3 bilhões); SK Hynix (7ª) com 3% de participação e US$ 9 bilhões (R$ 18 bilhões) de faturamento; STMicroelectronics (8ª) fechando 2012 com 2,8% e US$ 8,4 bilhões (R$ 16,9 bilhões); Broadcom (9ª) com 2,6% do mercado e receita de US$ 7,8 bilhões (R$ 15,6 bilhões) e a Micron Technology (10ª) com 2,3% e US$ 6,9 bilhões (R$ 13,8 bilhões).