Próximo Nexus pode ser fabricado pela LG

Por Redação | 19.03.2015 às 12:19
photo_camera Divulgação

Se os novos rumores estiverem corretos, parece que a velha parceria entre Google e LG pode retornar para o próximo dispositivo da linha Nexus. Pelo menos, é isso que faz parecer uma série de visitas que engenheiros do setor mobile da gigante das buscas fizeram, nesta semana, aos escritórios da empresa na Coreia do Sul.

Oficialmente, não existem informações, mas de acordo com rumores, o pessoal responsável não apenas passou pelo quartel-general da companhia, mas também vai conhecer as unidades da LG responsáveis pela fabricação de telas e componentes eletrônicos. Tudo indica que negociações estão acontecendo e que as companhias estão prestes a dar as mãos novamente.

Quem tem memória boa sabe que Google e LG já trabalharam juntos antes, no lançamento dos modelos 4 e 5 do Nexus. Depois, com o Nexus 6, essa responsabilidade passou para a Motorola, na época, uma subsidiária da dona do Android. Com a venda da fabricante para a Lenovo, porém, a gigante das buscas volta a conversar no mercado sobre novos parceiros para a fabricação dos smartphones, que trazem o Android “puro” e são uma opção para quem procura bons aparelhos de topo de linha.

Boatos recentes davam conta que o novo Nexus poderia ser fabricado pela Huawei, marcando o início de uma união entre as empresas. Além disso, existem indícios de que a própria Samsung também estaria no páreo, trazendo as inovações de visual e até mesmo a tela curva do Galaxy Edge para a linha. Vale lembrar que a marca coreana já fabricou dois modelos, incluindo uma versão do Galaxy S livre da interface TouchWiz e outros ajustes.

As negociações, se verdadeiras, parecem não terem prosseguido. E agora, todas as fichas voltam a estar apostadas na LG, que, claro, não se pronunciou sobre o assunto. O Google também não disse nada a esse respeito e permanece calado quanto ao desenvolvimento e lançamento de uma nova versão do Nexus. Todos sabemos que ele virá, só não sabemos quando e, acima de tudo, pelas mãos de quem.

Via Phone Arena