Project Tango: Google anuncia tablet que faz mapeamento 3D de ambientes

Por Redação | 06.06.2014 às 08:58
photo_camera Divulgação

Falta pouco mais de duas semanas para o evento do Google para desenvolvedores, o Google I/O. Mas a empresa se antecipou e decidiu anunciar nesta quinta-feira (5) um novo dispositivo que integra a linha de produtos do futuro Project Tango. Trata-se de um tablet produzido pela divisão de Tecnologias e Projetos Avançados (ATAP, na sigla em inglês) da gigante de Mountain View. As informações foram publicadas na página do programa na rede social Google+.

O aparelho vem equipado com uma tela de 7 polegadas com resolução Full HD (1080p), processador de última geração NVIDIA Tegra K1, 4 GB de memória RAM, 128 GB de capacidade interna e roda o sistema operacional Android 4.4 KitKat. Conta ainda com conectividade micro-HDMI, Bluetooth LE, Wi-Fi e 4G (LTE), além de uma conexão USB 3.0. Até aí, parece ser um dispositivo comum, não muito diferente de outros gadgets do mercado.

Contudo, assim como o smartphone do Project Tango, o novo tablet possui duas câmeras com sensor de profundidade responsáveis pelo rastreamento de movimento, o que permite captar mapas 3D de ambientes e locais fechados em tempo real. Uma das câmeras possui resolução de 4 megapixels, sendo que cada um desses pixels vem com dois micrômetros. De forma parecida ao recurso UltraPixel do HTC One, esse recurso garante alta sensibilidade à luz e velocidades maiores que boa parte das câmeras dos tablets vendidos atualmente. Enquanto isso, a segunda câmera conta com uma lente especial com ângulo de 170º, focada em rastrear movimentos de maneira muito mais ampla.

Apesar do anúncio, não se anime em querer adquirir uma unidade do tablet Tango assim tão cedo. Segundo a companhia, o aparelho será testado inicialmente apenas por desenvolvedores e profissionais que se cadastrarem no site do programa (clique aqui para acessar). "Esses kits de desenvolvimento foram criados para profissionais interessados em explorar o futuro da percepção tridimensional móvel. Os desenvolvedores receberão atualizações constantes enquanto os algoritmos de software e as APIs evoluírem. Os aparelhos não são dispositivos para os consumidores e serão disponibilizados em quantidades limitadas", diz o Google.

O dispositivo estará à venda até o final deste ano e custará US$ 1.024 (cerca de R$ 2.320 na cotação atual). A empresa ainda afirma que a disponibilidade do produto vai depender da região e profissão dos interessados no aparelho. Mais informações sobre o tablet devem ser reveladas durante o Google I/O, que acontece nos dias 25 e 26 de junho, nos Estados Unidos.

Vale lembrar que o mesmo processo de seleção aconteceu no início deste ano, quando o Google anunciou o smartphone do Project Tango. Na época, apenas 200 dispositivos foram enviados para desenvolvedores de software, que já começaram a trabalhar com as funcionalidades do gadget, que ainda não tem previsão de lançamento para o consumidor final – isto se um dia chegar ao usuário comum.

Nas palavras do Google, o Project Tango tem como objetivo "criar um mundo digital que se assemelhe ao real". O smartphone possui quatro conjuntos de sensores e câmeras, sendo uma câmera traseira comum com 4 MP e sensor infravermelho; outra com lente olho de peixe, ângulo de 180 graus e sensor especial OmniVision; uma terceira câmera de profundidade que filma em resolução 320 x 180 pixels e cinco quadros por segundos; e por fim uma câmera frontal com ângulo de 120 graus que permite uma percepção de profundidade semelhante à do olho humano.