Produtos estão mais caros no Brasil por causa dos impostos, justifica Apple

Por Redação | 03 de Abril de 2014 às 15h23
photo_camera Divulgação

Poderia ter sido mais uma brincadeira de 1º de abril, Dia da Mentira, mas a verdade é que muitos usuários brasileiros foram pegos de surpresa com o aumento dos preços de praticamente todos os Macs vendidos pela Apple, além dos modelos de iPod Touch. O reajuste chamou atenção porque elevou o valor dos produtos em até 12% e chegou em um momento de queda do dólar, que caiu quase 6% desde o final de janeiro.

Mas qual é o real motivo para subir tanto os preços de alguns eletrônicos no Brasil? O pessoal do Blog do iPhone entrou em contato com a companhia para saber e descobriu a causa oficial. A resposta foi a seguinte:

Alguns produtos da Apple vendidos no Brasil são fabricados localmente e os outros são importados. Aqueles que importamos, incluindo iPhone 5s, estão sujeitos a impostos de importação. É por isso que os preços do iPhone 5s no Brasil são mais elevados do que o iPhone 5c e iPhone 4s, por exemplo.

O preço da maioria dos produtos Mac subiu recentemente em virtude de um aumento de 50% na alíquota de ICMS cobrado pelo Estado de São Paulo. Tal aumento entrou em vigor no dia 1 de abril. Nós trabalhamos duro para oferecer aos nossos clientes brasileiros os melhores preços em todos os produtos da Apple, mas a elevação do ICMS esta semana fez este aumento no preço ser inevitável.

Isso significa que, mais uma vez, o vilão da história são os impostos cobrados no país. Seria justo duvidar de preços tão diferentes em relação ao valor dos mesmos produtos vendidos no exterior, mas o site explicou em dezembro do ano passado que os valores no Brasil são altos justamente por causa dos impostos. Além disso, a Apple ganha menos com a venda dos gadgets por aqui do que em outros países da Europa.

Entre os eletrônicos que mais sofreram com o reajuste estão o MacBook Air de 11 polegadas e 256 GB, que foi de R$ 4.999 para R$ 5.599, o MacBook Pro de 13 polegadas e tela Retina, de R$ 8.299 para R$ 9.199, e o Mac Pro quad-core, de R$ 12.999 para R$ 14.499. Você pode ver a lista completa neste link.

Caso semelhante ao da Apple aconteceu no ano passado no lançamento do PlayStation 4 no Brasil. Vendido a R$ 3.999, o console é mais um exemplo do quanto custa caro importar produtos no país. Muita gente não acreditou que o preço elevado fosse apenas das tarifas e cargas tributárias, mas ficou comprovado que era verdade depois que a Microsoft confirmou que o Xbox One é produzido no Brasil - o aparelho custava R$ 2.399 na época de lançamento.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.