Prejuízo gigantesco da Amazon faz com que ações da varejista despenquem

Por Redação | 24 de Outubro de 2014 às 10h46

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (23) os resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre fiscal de 2014 da empresa - e os números foram feios. A companhia apresentou prejuízo de US$ 544 milhões, uma queda significativa em relação ao mesmo período do ano anterior, quando o prejuízo foi de US$ 25 milhões. As vendas, no entanto, cresceram 20%, saltando de US$ 17,09 bilhões para US$ 20,58 bilhões.

Apesar de tudo, Jeff Bezos, fundador e CEO da empresa, demonstrou ter grandes expectativas, citando eventos com descontos em que se tem bastantes vendas, como o Lightning Days e Holiday Toys, além de uma série de novos produtos, como o Kindle Voyage e o Fire HD Kids Edition, dois novos membros da família de tablets e e-readers.

O fluxo de caixa dos acionistas aumentou para US$ 1,08 bilhão, contra US$ 388 milhões no mesmo trimestre de 2013. A grande diferença veio na saída de caixa da empresa, que gastou US$ 1,4 bilhão adquirindo propriedades e escritórios corporativos em Seattle, além de diversas aquisições e lançamento de novos produtos.

Para o próximo trimestre, a expectativa é que as vendas fiquem entre US$ 27,3 bilhões e US$ 30,3 bilhões. Com os resultados, as ações da Amazon caíram 11,23%, passando de US$ 313,18 para US$ 277,32 por ação.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.