Pesquisadores criam telas flexíveis que podem ser dobradas ou entortadas

Por Redação | 27.09.2013 às 10:24

Pesquisadores da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) criaram um protótipo de tela flexível que pode ser dobrado ou entortado. Quando essa tecnologia chegar ao mercado, será possível a criação de novos aparelhos médicos e até mesmo tecnologias vestíveis com melhor design e proveito.

A tela OLED (dispositivo que emite luz orgânica) usa eletrodos transparentes e extensíveis. "Nosso novo material é o tijolo inicial para a fabricação de aparelhos totalmente flexíveis", afirmou o professor da UCLA Qibing Pei, de acordo com a Fast Company.

"Com a construção de transistores finos de filmes, acreditamos que telas OLED totalmente flexíveis, tão finas como um papel de parede, serão viáveis em um futuro próximo. E isso vai dar aos designers de eletrônicos novas dimensões criativas".

Nesta semana, foi anunciado que a Samsung vai lançar um smartphone com tela curva ainda neste ano.

A conquista dos pesquisadores pode culminar na fabricação de aparelhos como o do conceito criado em julho pelo designer Pritesh Chavan: um iPad dobrável que muda de tamanho para ficar com as dimensões de um iPhone.

Vale lembrar que o filme De Volta Para o Futuro II (1989) previu a criação de telas flexíveis muito finas até 2015. Será que eles acertaram nessa previsão?