Pesquisa: os sites mais acessados nas PMEs em 2012

Por Joyce Macedo | 18 de Abril de 2013 às 18h45

A Winco, empresa que representa o antivírus AVG no Brasil, fez um levantamento para saber quais foram os domínios mais acessados pelos funcionários de pequenas e médias empresas brasileiras no ano passado. Resultado? Google (91%), Microsoft (88%) e MSN (78%) dividiram o topo da listagem com o Facebook (76%) e o Twitter (76%) entre os mais clicados.

Para concluir o estudo, a Winco analisou o comportamento online de funcionários de 700 PMEs em todo o território nacional.

"Google, Microsoft e MSN são muito acessados para atualizações automáticas de softwares e redirecionam boa parte de seus acessos aos serviços oferecidos, como e-mail e armazenamento em nuvem. Já o Facebook e o Twitter foram os mais acessados diretamente em 2012, portanto podemos considerá-los os campeões do ranking", explica o diretor de marketing da Winco e colunista de segurança do Canaltech, Mariano Sumrell.

Em relação aos tipos de páginas mais acessadas nas PMEs, os destaques são para sites de busca (92%), redes sociais (86%), portais de notícias (78%), compras (77%) e bancos (74%). Páginas relacionadas a vídeos, filmes e músicas também apresentaram uma porcentagem alta (74%). Em relação aos dias da semana com maior acesso à internet nas PMEs, a segunda-feira levou o título de "dia mais conectado", enquanto a sexta-feira ficou em último lugar.

Infográfico pesquisa Winco

E parece que não é só no Pentágono que os funcionários andam tentando burlar o sistema para acessar pornografia durante o expediente. A pesquisa apontou que uma parte considerável dos pesquisados tentou acessar algum site com conteúdo adulto dentro de uma PME no ano passado.

"Quase 10% das PMEs pesquisadas registraram tentativas de entrada em sites de conteúdo adulto e isso nos surpreendeu. As empresas participantes têm softwares de controle de acesso e, consequentemente, políticas de uso da rede, mas isso não inibe os colaboradores, que continuam tentando usar esse tipo de portal", relata Sumrell.

Uma boa notícia trazida pelo estudo diz respeito à segurança online das pequenas e médias empresas. Já vimos no Canaltech que as PMEs estão na mira dos cibercriminosos, principalmente devido à sua falta de preocupação com a segurança virtual da empresa, mas parece que esse cenário está mudando.

De acordo com o relatório da Winco, os pequenos e médios empresários demonstraram que se preocupam sim com a segurança de sua empresa. "Em 2012, aumentou em 10% a procura por nossa solução para controle de acesso à internet, o Winconnection. É um sinal de que as empresas estão se conscientizando de que as políticas de uso da rede são uma ferramenta importante para a segurança de dados", ressalta o executivo.

Confira também: Dicas de segurança para pequenas e médias empresas

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.