Pesquisa: influência dos dispositivos móveis na vida profissional das pessoas

Por Redação | 04 de Novembro de 2012 às 06h10

Uma pesquisa realizada pela Forrester Consulting e a Unisys mostrou o quanto os recursos mobile influenciam na vida profissional das pessoas. Quem pensou que o resultado seria negativo, se enganou feio. Os pesquisadores descobriram que os dispositivos móveis estão tornando os trabalhadores mais produtivos.

Esta força de trabalho super conectada tem a capacidade de canalizar os dados e aplicativos que os smartphones oferecem para deixar as empresas mais fortes do que nunca. Isso é realmente uma boa notícia, já que a presença de smartphones e tablets nos escritórios é cada vez mais forte.

O estudo, feito com base na resposta de 590 empresas dos Estados Unidos, trata esse perfil de profissional como um super herói moderno, o 'MobileMan'. Com a ajuda dos recursos dos dispositivos móveis eles se tornam até 35% mais propensos a colaborar com os colegas do que aqueles que não são tão chegados nesse tipo de tecnologia.

83% dos trabalhadores super conectados estão mais propensos a trabalhar durante uma viagem ou em home office. Eles também costumam utilizar aplicativos para se comunicar com os clientes, seja para realizar conferências pela web (30%), conversar por meio de mensagens instantâneas (39%), redes sociais (62%) ou sites de compartilhamento de vídeos (66%).

Eles costumam utilizar três ou mais dispositivos pessoais, juntamente com uma variedade de aplicativos, para finalizar seu trabalho. Além disso, eles estão duas vezes mais propensos a gastar seu próprio dinheiro para comprar esse tipo de tecnologia para ajudá-los no trabalho.

67% dos MobileMen se tornam mais produtivos quando dispõem de tecnologia móvel para trabalhar, enquanto 33% deles acreditam que é possível atender melhor um cliente utilizando esses recursos. Eles também tendem a ser mais inovadores.

Mas nem tudo são flores, e todo herói tem a sua 'criptonita'. No caso dos MobileMen, eles são duas vezes mais propensos a baixar aplicativos não autorizados do que os trabalhadores comuns. 82% dos trabalhadores móveis relatam ter feito isso, assim como 75% das empresas dizem que tal comportamento é proibido ou podem até mesmo ser motivo para demissão.

Abaixo, você confere o infográfico que resume toda a pesquisa (em inglês).

Infográfico MobileMan
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.