Pesquisa: Internet das Coisas deve mudar organizações de TI em três anos

Por Redação | 06 de Fevereiro de 2015 às 17h51

Mais de 40% das organizações esperam que a Internet das Coisas transforme seus negócios ou ofereça novas oportunidades de receita e redução de custos em curto prazo, ao longo dos próximos três anos. A projeção é do Gartner Inc., especialista em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia.

Segundo o mesmo levantamento feito pelo Gartner Inc., os cerca de 60% das empresas restantes acreditam que isso ocorrerá nos próximos cinco anos. E os entrevistados disseram que as suas organizações não têm uma estratégia de negócios e nem liderança técnica para lidar com as iniciativas do setor.

"A pesquisa confirmou que a Internet das Coisas ainda é algo novo e ‘imaturo’ e que muitas organizações começaram a experimentar agora a novidade", disse Nick Jones, vice-presidente do Gartner. "Apenas uma pequena minoria tem implantado soluções em um ambiente de produção. No entanto, os custos decrescentes de networking e processamento indicam que há poucos inibidores econômicos para adicionar sensores e comunicações para produtos de baixo valor. O verdadeiro desafio da Internet das Coisas é menos a fabricação de produtos ‘inteligentes’ e mais a compreensão das oportunidades de negócios geradas por esses produtos e novos ecossistemas", complementou.

O levantamento, realizado em outubro de 2014, entre membros do painel de gestão do Gartner, foi composto por 463 líderes de Tecnologia da Informação e de negócios que tinham conhecimento da estratégia da Internet das Coisas e em suas organizações.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!