Pesquisa Gartner: TI vai faturar 30% menos em 2014

Por Redação | 01.07.2014 às 14:18
photo_camera Copyright: dotshock

Fotodotshock/Shutterstock

O Gartner reduziu em 30% a sua expectativa global de lucro paro o segmento de TI em 2014. Entre os fatores que influenciaram essa queda está a concorrência acirrada entre empresas do setor, com diminuição dos preços de produtos e serviços.

Mesmo com a redução de receita, o consumo de TI deve ter um crescimento de 2,1% este ano, atingindo US$ 3,7 trilhões, segundo as informações do site Baguete. No entanto, a previsão é menor que os 3,2% iniciais para crescimento do consumo no setor.

Para o vice-presidente do Gartner, Richard Gordon, a redução não preocupa e não chega a ser surpreendente, uma vez que o setor necessita constantemente de investimentos, mas tem apresentado novas tecnologias. Segundo ele, o cenário não mostra que o consumidor está comprando menos, mas que está fazendo negócios melhores e cuidando do orçamento.

O setor de software corporativo será o que terá maior crescimento este ano, acredita o Gartner. É esperada uma alta de 6,9% em 2014, resultando em um investimento de US$ 321 bilhões para a área. Neste segmento, as empresas terão uma grande demanda de software para infraestrutura, acredita a consultoria, com um crescimento mais discreto na parte de aplicações.

A parte de serviços também apresentará um crescimento mais acentuado, com aumento de 3,8% no ano e alcançando uma receita de US$ 967 bilhões, principalmente devido aos serviços de armazenamento na nuvem.

Já a área que terá o menor crescimento em 2014 é a de data centers. O segmento deve ter uma alta de 0,4% e gerar uma receita de US$ 140 bilhões, enquanto dispositivos digitais irão crescer 1,2% no período, apresentando uma receita de US$ 685 bilhões.

O setor de serviços de Telecom também terá um crescimento bem reduzido em 2014: apenas 0,7%. No entanto, é a área que mais irá gerar receita, com US$ 1,6 trilhão.