Pesquisa: 100% dos sites apresentam erro durante compras via dispositivos móveis

Por Redação | 13 de Junho de 2013 às 14h30

Segundo pesquisa da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net), as compras em sites de comércio eletrônico no Brasil realizadas por usuários de tablets e smartphones dobraram em 2012, em comparação ao ano anterior, e já representam 10% do total do varejo online no país. As projeções da Câmara ainda dizem que o comércio via dispositivos móveis deve movimentar R$ 2 bilhões em 2013.

Mas será que a experiência dos consumidores brasileiros durante esse tipo de compra está realmente satisfatória? Para sanar essa e outras dúvidas, o 'deviceLab', o primeiro laboratório de testes de dispositivos com ambiente controlado do Brasil, realizou uma pesquisa sobre os problemas que os consumidores enfrentam durante compras via dispositivos móveis.

A pesquisa foi realizada nos sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone, e, para surpresa (ou não) dos consumidores e donos de e-commerce, apontou que 100% dos sites apresentam algum tipo de erro, dos quais 12% inviabilizam uma compra. O sistema iOS 5 teve o pior desempenho, com 16% dos erros, com uma melhora para o iOS 6, que teve 9% em problemas.

Os principais problemas encontrados no sistema operacional da Apple são relacionados ao desempenho do seu navegador nativo, o Safari. No Android, a versão com mais dificuldades foi a 4.0.3, com 13%, já os sistemas 4.0.4 e 3.2.2 apresentaram 11%. Por fim, o Windows Phone 7.5 teve 13% de erros críticos.

O índice mais alarmente do estudo é que todos os sites analisados possuem ao menos um erro que inviabiliza a compra, e do percentual de erros críticos por fluxo de compra, 69% estão no checkout, 18% na busca e 13% no detalhe do produto.

Na distribuição dos erros passo a passo, a identificação do usuário é onde está o maior problema, com 21%, seguido pelo carrinho de compras, com 17%, e por entrega/endereço, com 16%. Treze por cento dos erros se encontram no detalhamento do produto e 10% nos resultados de busca. Por fim, os passos de pagamento, preenchimento de busca e confirmação de compra estão com 8%, 8% e 6%, respectivamente.

"O e-commerce brasileiro vive um momento especial, crescendo acima dos 20% no ano a ano, e as possibilidades de crescimento de uso de tablets e smartphones são grandes. Por isso é importante ter um panorama da experiência do usuário nessas plataformas e aprimorá-la", apontou Leandro Ginane, fundador do deviceLab, em comunicado à imprensa.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.