Para a Samsung, iPhone 5 era um "tsunami" que deveria ser neutralizado

Por Redação | 16 de Abril de 2014 às 11h33
photo_camera CANALTECH

A mais recente batalha entre Samsung e Apple nos tribunais continua acirrada, com e-mails sendo revelados dos dois lados. Depois da Samsung utilizar mensagens da concorrente para mostrar que Steve Jobs estava em uma "Guerra Santa" contra o Google, agora foi a vez da empresa de Cupertino utilizar um e-mail para provar que a Samsung sempre esteve de olho em seus produtos, especialmente o iPhone.

De acordo com a tal mensagem, enviada pelo ex-CEO da Samsung America, Dale Sohn, a companhia precisava de um plano de contra-ataque para deter o "tsunami" que seria o lançamento do iPhone 5. Com data de 05 de junho de 2012, a mensagem de Sohn diz que "haverá um tsunami quando o iPhone 5 chegar. Isso deve acontecer em algum momento de setembro ou outubro. As ordens do CEO são para criarmos um plano de contra-ataque para neutralizar este tsunami". O CEO a quem Sohn se refere na mensagem é JK Shin, chefe de negócios mobile da Samsung.

O plano da empresa coreana para tentar deter o sucesso do iPhone 5 consistia de um programa que deixaria algumas pessoas testarem o Galaxy S3 e o Note 2 de graça, além de oferecer versões pré-pagas do S3. Outra estratégia da companhia incluía apontar as fraquezas do produto da concorrente. Segundo Dale Sohn, uma das principais fraquezas do iPhone 5 a serem apontadas era a tela de 4 polegadas.

A Apple trouxe este e-mail para os tribunais com o objetivo de sugerir que a Samsung estava extremamente preocupada com a concorrência do iPhone. Desta forma, os advogados esperam rebater o argumento da Samsung que diz que a empresa estava apenas preocupada em criar uma série de aparelhos originais, com características exclusivas. A fabricante sul-coreana, por sua vez, argumenta que ficar de olho nos produtos concorrentes nada mais é do que "benchmarking" e análise competitiva do mercado.

Além do documento sobre o "tsunami", a Apple também levou ao julgamento um outro e-mail que Dale Sohn enviou para Todd Pendleton, chefe de marketing da Samsung Telecommunications America. Na mensagem, enviada no dia 04 de outubro de 2011 (mesmo dia em que a Apple anunciou o iPhone 4S), Sohn sugere que a empresa sul-coreana vá até o Google para trabalhar em uma campanha publicitária contra a Apple, mas sem se envolver diretamente. A ideia era que o Google fizesse propagandas sobre como o Android era melhor que o iOS, fazendo com que os aparelhos da Samsung vendessem mais sem precisar atacar diretamente a concorrente.

O julgamento dessa mais recente batalha por patentes já está ocorrendo há duas semanas e está previsto para terminar depois que a Samsung chamar todas as suas testemunhas de defesa, o que deve ocorrer no fim da próxima semana.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.