Paciente em estado vegetativo se comunica com os médicos via ressonância

Por Redação | 13 de Novembro de 2012 às 19h18

Uma equipe de médicos conseguiu se comunicar com um paciente que está em estado vegetativo há mais de dez anos. Eles perguntaram a Scott Routley, o paciente de 39 anos, se ele sentia dor. A resposta? Não. O médico responsável disse que a descoberta é tão significativa que vai alterar a redação dos livros de medicina.

Scott sofreu uma lesão cerebral grave durante um acidente de carro há 12 anos. Desde então ele não apresentou nenhum sinal de consciência ou capacidade de se comunicar. Para conseguir obter uma resposta do paciente em estado vegetativo, foi necessário monitorar suas atividades cerebrais por meio de uma máquina de ressonância magnética enquanto os médicos falavam com ele.

O professor britânico Adrian Owen conta à BBC News que foi necessário digitalizar várias vezes o padrão de atividade cerebral do paciente para mostrar claramente as suas escolhas ao responder às perguntas feitas pela equipe. O médico garante ainda que Scott sabe quem é e onde está.

"Conseguir de um paciente a resposta para algo importante para eles tem sido o nosso objetivo por muitos anos. No futuro, poderia perguntar o que podemos fazer para melhorar a sua qualidade de vida", completa o Prof. Owen.

É a primeira vez que um paciente pouco comunicativo, com danos cerebrais severos, foi capaz de dar respostas clinicamente relevantes aos seus cuidados. O neurologista que acompanhou Scott por todo esse período, Prof. Bryan Young, disse que os resultados da ressonância derrubaram todas as avaliações comportamentais que foram feitas ao longo dos anos.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!