Oracle quer comprar empresa de software para hotéis e restaurantes

Por Redação | 18 de Junho de 2014 às 15h35

Uma das armas do CEO da Oracle, Larry Ellison, para dar um gás no crescimento moroso da empresa nos últimos trimestres pode ser uma entrada no mundo hoteleiro e alimentício. Seria esse o objetivo do executivo em suas negociações avançadas para compra da Micros Systems, uma companhia especializada em software de serviço para estabelecimentos como lojas, hotéis e restaurantes.

De acordo com fontes relacionadas ao negócio, ouvidas pelo Bloomberg mas que não quiseram ser identificadas, a Oracle estaria bastante interessada na aquisição, assim como seu novo alvo. As conversas, apesar de já se encontrarem em um estágio avançado, ainda estariam distantes de uma conclusão, e sempre existe a possibilidade de as companhias não chegarem a um acordo.

A possibilidade de uma aquisição do tipo, porém, já teve seus efeitos benéficos sobre as ações de ambas as companhias. Enquanto as da Oracle apresentaram uma ligeira alta, de 1%, as da Micros System chegaram a seu maior ganho desde setembro de 1996, com crescimento de 15% e um valor de US$ 66,33.

Essa movimentação toda pode ser explicada pelo fato de ambas já terem estado na mesa de negociação antes. Em 2008, a Oracle já teria chegado bem perto de uma aquisição bem-sucedida, de acordo com as fontes. O negócio, porém, teria caído por terra dias antes de ser assinado e anunciado ao público, por motivos que não foram revelados.

Levando em conta a mudança cada vez maior dos negócios da Oracle para o mundo do cloud computing, a compra faria bastante sentido. Trata-se da inclusão de todo um rol não apenas de soluções, mas também de novos clientes, que poderiam adotar novas soluções da Oracle ou fazer o salto para a nuvem com o suporte de uma das maiores companhias da tecnologia.

Levando em conta que a Micros System se trata de um segmento bastante tradicionalista, cheio de estabelecimentos familiares ou pequenos negócios que nem mesmo pensam em um investimento de alta tecnologia, a ideia parece ainda mais atrativa. São muitos clientes pequenos, é claro, mas que chegariam em grande número e, com toda certeza, movimentariam os números da Oracle.

As aquisições de companhias menores tem sido um dos principais focos de Larry Ellison para atingir esse objetivo. Apenas na última década, mais de US$ 50 bilhões foram gastos pela companhia na compra de 100 empresas, boa maioria delas voltada para mercados ou segmentos bem específicos, muitos dos quais você não imaginaria que uma grande empresa de tecnologia poderia investir.

É o caso, por exemplo, de uma fabricante de softwares para clinicas médicas chamadas Phase Forward ou de sistemas de controle de estoques de companhias como a Retek e a ProfitLogic. A Micros System se encaixaria nesse rol e significaria mais uma entrada da Oracle em um nicho específico, com a expectativa de repetir o sucesso visto nas outras compras do passado. Além disso, caso os valores revelados ao Bloomberg se confirmem, seria a maior aquisição desde a compra da Sun Microsystems, um negócio feito em 2009 que tem valor estimado em US$ 5,7 bilhões

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.