Nunca mais veremos um dispositivo com a marca Nokia?

Por Gabriel Tonobohn | 03 de Setembro de 2013 às 10h45

A Microsoft anunciou oficialmente, no início da madrugada desta terça-feira (3), a compra da divisão de aparelhos e serviços da companhia finlandesa Nokia, mas deixou algumas dúvidas no ar, como a possibilidade de nunca mais vermos um novo aparelho com a marca "Nokia" sendo lançado.

A negociação já vinha sendo especulada desde 2011, quando as duas empresas fecharam uma parceria para o uso do sistema Windows Phone nos smartphones da Nokia. Nos termos da aquisição de US$ 7,2 bilhões, as marcas "Asha" a "Lumia" serão transferidas para a Microsoft, mas a marca "Nokia" permanecerá com a empresa finlandesa e o que restou dela.

Com isso, a Nokia se limitará a lançar apenas "celulares burros", de entrada. A Microsoft ficaria livre para lançar smartphones da linha Asha e Lumia sem a alcunha da Nokia, mas isso provavelmente não é o que vai acontecer, ao menos em um futuro próximo.

O próprio CEO da Nokia, Stephen Elop (e futuro chefe da divisão de dispositivos da Microsoft), já confirmou que a empresa licenciará a marca Nokia para a Microsoft usá-la em smartphones, indicando que a gigante de Redmond pretende manter o nome para os próximos lançamentos. A licença tem validade de 10 anos.

Apesar de ter se desgastado nos últimos anos, a Nokia ainda possui uma marca muito forte e uma grande legião de fãs. Além disso, a aquisição só será concluída no primeiro trimestre de 2014 e até lá novos aparelhos devem ser lançados.

Talvez no futuro a Microsoft possa adotar sua própria marca em smartphones, como "Microsoft Asha" ou "Microsoft Lumia" ou ainda "Microsoft Surface". Outra possibilidade é simplesmente não usar nenhum nome, ficando apenas com as marcas Asha e Lumia, assim como a empresa faz com o Skype e o Xbox.

A Nokia como conhecemos hoje pode estar dando adeus, mas aparentemente seu nome ainda ecoará no mercado de dispositivos móveis por mais alguns anos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.