Nova patente revela que Apple poderá armazenar dados biométricos na nuvem

Por Redação | 16.01.2015 às 09:40
photo_camera CANALTECH

A Apple pode estar pensando em desenvolver um novo sistema de pagamentos baseado em dados biométricos dos usuários. A diferença, aqui, é que, diferente do Apple Pay, esses dados seriam guardados no serviço de armazenamento na nuvem da empresa, o iCloud, para que o pagamento possa ser feito com a digital em qualquer terminal que aceite o recurso. Os planos foram revelados pelo site Apple Insider, que teve acesso a pedidos de patente da empresa.

Segundo a informação, o pedido faz referência a um “sensor biométrico de dedo com sincronização de dados através de um dispositivo de computação em nuvem e métodos relacionados”, com uma potencial aplicação de ser utilizado para aprovação de “transações financeiras”.

Patente Touch ID Apple

Com essas informações, é possível supor que a Apple pretende usar o seu serviço na nuvem para armazenar as impressões digitais dos clientes. Com isso, a empresa conseguiria sincronizar esses dados com outros dispositivos para, por exemplo, pagar uma conta.

A Apple já reforçou anteriormente que tem se esforçado para manter seguros os dados biométricos dos usuários. Entre os inúmeros recursos, a empresa diz ter investido em criptografia e armazenamento dos dados em um “Enclave Seguro” no chip A7. Com isso, outros aplicativos não conseguem acessar os dados de impressão digital do usuário e, até então, eles ficam armazenados apenas localmente no dispositivo. E é exatamente isso que pode mudar.

Um problema que a Apple pode enfrentar caso decida colocar em prática a tecnologia é a aceitação dos usuários. Recentemente o iCloud passou por uma série de invasões e vazamentos de fotos íntimas de celebridades. Por esse motivo, a desconfiança dos usuários nos servidores da Maçã pode influenciar a adoção ou não da novidade - afinal, senhas vazadas podem ser trocadas, mas dados biométricos podem causar problemas para o resto da vida.

Mesmo com esses questionamentos, ainda não se tem certeza se Cupertino seguirá adiante com a ideia. A empresa possui milhares de patentes que nunca chegaram a ser empregadas em seus produtos, isso porque muitas tecnologias são registradas apenas para evitar que as concorrentes façam isso antes. Neste caso, no entanto, a patente se encaixa nas estratégias recentes da empresa, principalmente se observarmos o Apple Pay.

Fonte: http://appleinsider.com/articles/15/01/15/apple-patent-points-to-icloud-based-touch-id-syncing-fingerprint-protected-apple-pay-terminals