Nova patente da Apple quer impedir que motorista use o celular enquanto dirige

Por Redação | 22.04.2014 às 19:20 - atualizado em 23.04.2014 às 11:04

Todo mundo já sabe que usar o celular enquanto dirige é uma combinação perigosa. E a Apple parece estar de olho nessa atitude cada vez mais comum na vida dos usuários para evitar batidas e outros acidentes. Isso porque a companhia registrou a patente de uma nova tecnologia que impede o motorista de utilizar o iPhone ou realizar qualquer outra tarefa enquanto estiver ao volante.

De acordo com o site AppleInsider, a novidade é descrita como "Bloqueio de dispositivo computacional de mão do motorista" e funciona de duas maneiras diferentes. A primeira utiliza um mecanismo de segurança que através de sensores embutidos no automóvel identifica se o condutor está dirigindo. Se estiver, o sistema bloqueia automaticamente o aparelho e só o libera depois de detectar que o carro não está mais em movimento.

A patente descreve que o mecanismo será capaz de analisar quando o motorista está com as duas mãos ao volante. Outra característica será identificar quando duas pessoas estão sentadas nos bancos da frente do carro, respectivamente condutor e passageiro. Uma vez feita essa identificação, o software de bloqueio pode ser ativado de acordo com regras pré-estabelecidas – como bloquear o recebimento e envio de mensagens de texto enquanto o usuário está dirigindo.

Já o segundo método faz com que o veículo bloqueie o iPhone via RFID ou sinais de rádio. Nesse caso, uma série de componentes como sensores de bordo, chave de ignição sem fio e outros dispositivos de detecção se comunicariam entre si para localizar telefones próximos do motorista. Caso encontre um aparelho por perto, o sistema desativa o celular durante o trajeto.

Não está claro como esses mecanismos vão funcionar na prática. No entanto, os dois procedimentos seriam válidos apenas para o motorista, ou seja, os demais passageiros continuariam com acesso livre a seus smartphones. Segundo o documento da patente, o mecanismo de segurança reúne acelerômetros, câmeras, sensores de luz, receptores GPS e outros componentes implantados no automóvel para detectar se o condutor está usando o celular e dirigindo ao mesmo tempo.

Além disso, o AppleInsider afirma que o sistema poderia ser facilmente incorporado ao SO da Apple desenvolvido especificamente para automóveis, o CarPlay. Por enquanto, a companhia não manifestou interesse em adicionar o recurso à plataforma.

Apple CarPlay

CarPlay, o sistema da Apple para carros. (Foto: Divulgação/Apple)

Vários estudos comprovam que usar o celular ao volante é perigoso não apenas para quem está dirigindo, mas também para passageiros e pedestres. Em agosto do ano passado, uma pesquisa do National Safety Council dos Estados Unidos constatou que 25% de todos os acidentes de carro registrados no país são causados porque os motoristas falam ao telefone ou enviam mensagens de texto. Os norte-americanos enviam, em média, 41 mensagens de texto por dia, com esse número aumentando para 110 mensagens diárias para pessoas com faixa etária entre 19 e 25 anos.

Um outro levantamento feito pelo Centro de Controle de Doenças dos EUA mostrou que 46% dos condutores com 17 anos de idade admitiram enviar mensagens enquanto dirigem. Os motoristas com 18 anos se mostraram ainda mais imprudentes, já que 52% admitiram fazer o mesmo. Ao longo de um ano, mais de 3 mil adolescentes morrem devido a acidentes provocados durante o envio de mensagens de texto nos EUA, enquanto 2.700 mortes foram registradas no mesmo período devido a acidentes causados pelo uso de álcool.