Nokia pensa em vender sua sede na Finlândia

Por Redação | 04 de Outubro de 2012 às 11h10

Desde o mês de julho, a Nokia tem dito aos seus investidores que pretende vender alguns de seus imóveis. O motivo para se desfazer dos bens é o problema que a empresa está enfrentando com suas finanças.

Após realizar cortes de empregos em suas fábricas, agora chegou a vez da Nokia considerar a venda de sua sede em Espoo, na Finlândia.

"Estamos avaliando diferentes opções para partes não-essenciais, como ativos imobiliários, e isso inclui a sede", disse a porta-voz da empresa, Maija Taimi, em entrevista à Reuters. O prédio, construído em aço e vidro, está avaliado em cerca de R$ 518 milhões.

A finlandesa não encara um bom momento, tanto que essa semana o banco Credit Suisse sugeriu que a empresa fosse dividida e vendida, pois está sendo avaliada pela instituição financeira como uma empresa 'abaixo das expectativas'.

Em meio ao momento de crise, muitas pessoas acreditam que os novos lançamentos no mercado de smartphones serão muito importantes para ajudar a melhorar essa situação. No início do mês, a Nokia anunciou o Lumia 920 e o Lumia 820, mas eles só devem chegar ao mercado em novembro.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.