Nokia N1 "não é produto ordinário", diz executivo da empresa

Por Redação | 19 de Novembro de 2014 às 11h40

No ano passado a Nokia se destacou por tomar uma decisão um tanto quanto inusitada: nenhum dos seus smartphones utilizaria o Android, mas sim o Windows Phone. A empreitada agradou principalmente a Microsoft, que se agradou com a construção de aparelhos dedicados ao seu sistema e acabou adquirindo a divisão mobile da finlandesa.

Acontece que o restante da companhia finlandesa ainda existe e está trabalhando e investindo seus esforços em serviços de telecomunicações. Por conta deste novo foco, por assim dizer, a empresa surpreendeu os seus fãs e especialistas do mercado de tecnologia ao anunciar um novo tablet nesta terça-feira (18). Batizado de N1, o aparelho vai na contramão da decisão tomada no passado e adotará o sistema operacional Android 5.0 Lollipop.

Qualidade singular

Segundo o pessoal do site Phone Arena, o líder do departamento de design da Nokia, Axel Meyer, defendeu a criação de maneira um tanto contundente, dizendo que “[o Nokia N1] não é um produto ordinário, ele é muito bem feito”. A declaração acabou gerando um certo desconforto na indústria, já que aparentemente o executivo disse que a concorrência não tem um trabalho tão atencioso assim.

Outro destaque do novo tablet é o launcher Z. De acordo com o que foi divulgado, o software tem o objetivo de facilitar o acesso aos aplicativos mais utilizados no sistema e faria isso de forma inteligente. A grande sacada seria a organização dos aplicativos baseada na hora e local onde o usuário está, exibindo, por exemplo, apps de redes sociais na hora do almoço. No entanto, a pessoa teria que utilizar o programa por um tempo até que ele "entendesse" as suas preferências.

Contudo, Meyer também sabe que o esforço por si só não conta, já que o mercado de tecnologia é aquecido pelos produtos escolhidos pelo comprador – ou seja, não há garantia de sucesso. Então só resta esperar chegar fevereiro de 2015 para ver como o gadget se sairá quando for lançado inicialmente na China.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.