No PC e Windows Phone, Xbox LIVE será gratuita

Por Redação | 09.03.2015 às 12:48

Para o futuro dos jogos, a Microsoft tem uma proposta de unificar os games de PC, Xbox One e Windows Phone sempre que possível. E, para que isso seja possível, a Xbox LIVE, seu serviço de conectividade online, também precisa estar disponível em todas as plataformas, o que levou muita gente a questionar se, em outros dispositivos, o recurso também seria pago. A resposta, segundo a empresa, é "não".

Esclarecendo dúvidas de fãs pelo Twitter, como sempre faz, o diretor da marca Xbox, Phil Spencer, confirmou que os jogadores de PC e Windows Phone não precisarão pagar por uma assinatura para jogar online. A ideia é manter as coisas como elas são hoje e não mudar o paradigma da plataforma, o que poderia ter resultados prejudiciais.

Entre os ideais da Microsoft estão os apps universais, que funcionam em todas as plataformas, e a possibilidade de jogadores dos consoles compartilharem o multiplayer com aqueles que estão nos consoles. E é justamente por isso que a Xbox LIVE também teria que ser unificada, de forma a permitir que todos utilizem uma mesma rede e, assim, estejam juntos no mundo online.

Apesar da ideia ter sido comemorada pelos jogadores em um primeiro momento, a notícia de que os usuários de outras plataformas não terão de pagar pela LIVE acabou irritando alguns jogadores. O próprio Spencer, também pelo Twitter, começou a ser bombardeado com mensagens frustradas sobre a falta de igualdade entre as plataformas nesse sentido.

No Xbox 360 e Xbox One, o pagamento da LIVE é um requisito indispensável para que os usuários possam jogar online. A Microsoft explica isso afirmando que a manutenção dos servidores custa caro e, apesar das críticas iniciais, manteve seu modelo de negócios e o viu funcionando ao longo dos anos, apesar do descontentamento de uma parcela dos jogadores.

Com o tempo, a política evoluiu para não apenas permitir o multiplayer, mas também entregar jogos gratuitos e descontos na compra de novos conteúdos. Esse, inclusive, é o modelo que, especula-se, a Microsoft pretende adotar nas outras plataformas, seguindo os moldes da Sony no PS3: a jogatina online é gratuita, mas quem quiser ser um assinante terá mais vantagens.

Outra ideia é que a Microsoft faça o inverso e, em mais uma tentativa de dar uma rasteira na rival, libere o multiplayer para todos. Hoje, a assinatura é essencial para jogar online no PlayStation 4 e uma mudança desse tipo no Xbox One poderia dar uma bela vantagem para o aparelho. Mas essa é uma especulação bastante distante da realidade.

Seja como for, Spencer não elaborou mais sobre o assunto nem respondeu à negatividade dos usuários. No Brasil, a assinatura da Xbox LIVE custa R$ 120 anuais, R$ 50 por três meses e R$ 20 mensais.