No Brasil, novo Mac Pro pode custar mais de R$ 50 mil

Por Felipe Demartini | 19 de Dezembro de 2013 às 15h58

Revelado durante a WWDC 2013, o novo Mac Pro chegou hoje às prateleiras dos Estados Unidos e, no Brasil, já está disponível para pré-venda. Os computadores, com entrega prevista para fevereiro de 2014, chamaram a atenção por seu design circular e, no caso do nosso país, também pelo preço, que em alguns casos pode ultrapassar a marca dos R$ 50 mil. O valor foi apontado pelo site TechTudo.

Os valores iniciais são de R$ 12.999, para a configuração com processador quad core de 3,7 GHz e duas GPUs AMD FirePro D300, e R$ 17.499 para a opção com CPU de seis núcleos e 3,5 GHz. Mudam também as opções de memória RAM – 12 GB para a primeira e 16 GB para a segunda –, mas o armazenamento em disco continua o mesmo, com 256 GB SSD para todos os modelos.

O “milagre da multiplicação”, se é que podemos chamar assim, acontece na hora de personalizar o aparelho. Como a Apple oferece uma série de upgrades de fábrica, é possível alterar o processador – selecionando opções com até 12 núcleos –, aumentar a memória RAM para até 64 GB, modificar as placas gráficas ou adicionar até 1 TB de armazenamento em disco.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Além disso, entram na conta possíveis acessórios como monitores Thunderbolt de 27 polegadas, Magic Mouse, teclados sem fio e cabos para transferência rápida de arquivos. Ainda, é possível anexar à compra uma Time Capsule, que faz o backup dos arquivos sem precisar de fios, ou uma garantia estendida, além dos softwares da Apple como Final Cut Pro X, Logic Pro X ou Aperture, dependendo do gosto do cliente.

Mac Pro no Brasil

O consumidor que estiver a fim de levar apenas o que a Apple tem de melhor a oferecer pode se preparar. Na mais potente configuração possível, com todos os upgrades máximos, acessórios, garantia estendida e uma Time Capsule de 3 TB, o valor do Mac Pro chega a R$ 50.753, sem contar possíveis aplicativos. Com a adição deles, a conta chega a R$ 51.432.

Comparação

Tendo em vistas valores exorbitantes como esses, é impossível não pensar em verificar os preços nos Estados Unidos, sede da Apple e um dos principais mercados da empresa. Por lá, as configurações padronizadas do Mac Pro saem a partir de US$ 2.999, cerca de R$ 7 mil, e US$ 3.999, ou R$ 9500, aproximadamente.

Mac Pro nos EUA

Com todas as configurações máximas, exatamente a mesma realizada na versão brasileira da loja da Apple, o valor total é de US$ 11.423, equivalente a cerca de R$ 26.900. Nos EUA, existem ainda mais opções de acessórios, como a de um monitor com resolução 4K e um armazenamento Thunderbolt com 32 GB de capacidade. Nesse caso, o preço chega a US$ 18.219, aproximadamente R$ 42.900 e ainda abaixo do que é cobrado no Brasil.

A exorbitância dos preços nacionais fica ainda mais em perspectiva quando se leva em conta o que pode ser comprado com o preço cobrado pelo Mac Pro. Com R$ 50 mil, por exemplo, é possível adquirir um Chevrolet Cobalt zero quilômetro ou abrir um negócio, adquirindo franquias de marcas como Empada Brasil ou PBF, segundo informa reportagem da revista Exame.

Já o valor básico do Mac Pro, R$ 12.999, pode render três PlayStation 4, um console já bastante caro para os padrões nacionais, ou um televisor 4K também da Sony, recém-lançado no Brasil em antecipação à Copa do Mundo de 2014.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.